Desumano

Grávidas em processo de parto deitam no chão em maternidade pública do Tocantins

Por Agnaldo Araujo
Comentários (0)

17/06/2016 08h37 - Atualizado há 1 semana
O sofrimento de grávidas na principal maternidade do Estado do Tocantins, Dona Regina, em Palmas, foi destaque nacional na edição do Bom dia Brasil, da última quarta-feira (15/06). As maiores reclamações na unidade são a demora e as péssimas condições de atendimento. A reportagem mostrou que os leitos foram improvisados nos corredores da maternidade e algumas grávidas deitam no chão apenas em um colchão. “É desumano o que estão fazendo como o povo aqui. Gestante dormindo no chão”, disse a doméstica Juliana Clara de Jesus. Sem vagas dentro do hospital, uma das gestantes passou a noite do lado de fora. Na maternidade são em média 90 atendimentos por dia, mas a procura aumentou principalmente de pacientes do interior e de outros Estados. Os problemas começam logo na entra do hospital. Mesmo tendo dilatação e sentindo dores, as mães têm que esperar. O Governo do Estado já foi notificado pelo Ministério Público que cobra providências. Ao Bom dia Brasil, a Secretaria de Saúde do Tocantins (Sesau) informou que não orienta pacientes ou acompanhantes a se acomodarem no chão. Afirmou ainda que o processo de compra de poltronas está sendo finalizado.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.