Pedido de justiça

Jovem brutalmente espancado pede prisão de ex-namorada após sair do coma; vídeo

Jovem acredita que ex-namorada tramou sua morte.

Por Márcia Costa 4.641
Comentários (0)

01/10/2021 10h55 - Atualizado há 2 meses
Vítima ficou dias internado na UTI

Brutalmente espancado e socorrido em estado gravíssimo, o jovem Sirley Santiago dos Santos tinha apenas 10% de chances de sobreviver, conforme os médicos informaram aos familiares, mas um milagre aconteceu: ele saiu do coma, recebeu alta e gravou um vídeo contando em detalhes todo o episódio.

Sirley mora em Miranorte e, no dia do ataque, estava com amigos na beira rio na cidade vizinha, Miracema do Tocantins, na madrugada de 18 de setembro. Ele ficou até o dia 23 de setembro na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Geral de Palmas (HGP).

O jovem conta que tudo teria sido armado por uma ex-namorada dele. Segundo ele, a mulher possui passagens pela polícia por outras tentativas de homicídio, uma delas durante a adolescência, quando teria tentado matar um ex-namorado e sua namorada atual jogando gasolina e ateando fogo. Na época, o casal ficou gravemente ferido.

No dia 18 de setembro, Sirley disse que estava com algumas amigas em um local chamado Ponto de Apoio, na beira rio em Miracema, quando sua ex-namorada Camyla Figueredo Gomes teria começado com provocações, jogado cerveja em Sirley e nas amigas, além de chamá-los para briga.

Sirley foi pedir para Camyla parar com aquela atitude, momento em que Gilvan Justiano Nascimento Filho, de 24 anos, atacou-o pelas costas com um pedaço de concreto, desferindo vários golpes na sua cabeça.

O jovem caiu já desacordado, mas o agressor continuou dando chutes e golpes na sua cabeça. Sirley acredita que sua ex-namorada tramou toda a situação.

“Ela já tem passagem por outros crimes iguais. Passava toda hora jogando cerveja em nós, querendo confusão.  Eu estava quase indo embora quando ela ficou atrás de mim, daí virei e perguntei por que ela estava fazendo aquilo, momento em que ele chegou e me agrediu por trás. Eu caí no chão e ele me agredindo. De acordo com informações de testemunhas ele ainda saiu para buscar uma faca para terminar de me matar”, relata Sirley. Ele disse ainda que nunca havia sequer conversado com o autor das agressões.

O acusado Gilvan Justiano Nascimento Filho foi preso escondido na cidade de Araguaína, no setor Santos Dumond, perto do Aeroporto.

Sirley sofreu 7 traumatismos cranianos e pede justiça, inclusive contra sua ex-namorada.

“Ocorreu tudo por causa da Camyla. Eu não tinha intimidade com esse rapaz. Tive sete traumatismos cranianos, 3 na face e 4 na cabeça. Todos dizem que sou um milagre! O rapaz já está preso, e a Camyla continua impune. Peço justiça porque sou a terceira pessoa vítima dela”, finalizou.

VEJA O VÍDEO COM O RELATO DA VÍTIMA

Vídeo

 

Gilvan Justiano Nascimento Filho foi preso em Araguaína

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.