Denúncia

Mãe denuncia que Hospital Municipal de Araguaína nega atendimento a bebê por ser do Pará

Bebê nasceu prematuro e está na UTI do Hospital Dom Orione.

Por Conteúdo AF Notícias 2.633
Comentários (0)

03/08/2022 16h47 - Atualizado há 6 dias
Kellem Carmo com o filho

A dona de casa Kellem Carmo de Oliveira Cunha corre contra o tempo para salvar o filho de apenas 6 meses que está internado no Hospital e Maternidade Dom Orione (HDO), em Araguaína.

O pequeno Daniel de Oliveira Cunha nasceu prematuro de 26 semanas (6 meses) e pesando apenas 650 gramas, no dia 24 de janeiro deste ano. O bebê também tem problema no pulmão (displasia broncopulmonar grave), sempre precisou de oxigênio e de internação na UTI. No dia 23 de julho, ele foi intubado.

Segundo a mãe, é normal uma criança nas condições de Daniel permanecer cerca de 3 a 4 meses internada, mas seu filho já está há seis meses no hospital.

Ainda segundo Kellem Carmo, a família vem tentando conseguir uma vaga no Hospital Municipal de Araguaína (HMA) desde o início do mês de junho, mas a unidade de saúde não autoriza a transferência em razão dela ser moradora de São Geraldo do Araguaia (PA).

“Não dá mais para esperar. Meu bebê está correndo risco de vir a óbito a qualquer momento. Ele já deu parada respiratória e está em estado grave, grave”, disse a mãe.

Kellem Carmo também informou que a Justiça já determinou, nesta quarta-feira (03), oque  Hospital Municipal de Araguaína receba o bebê no prazo de 24 horas. “Queremos uma resposta. Queremos agilidade”, finalizou a mãe. O HMA é especializado no atendimento de crianças e possui UTI Pediátrica.

O OUTRO LADO

Procurado pela reportagem, o ISAC - Instituto Saúde e Cidadania, gestor do Hospital Municipal de Araguaína, informou que a gestão de leitos de Unidades de Terapia Intensiva - UTIs é de responsabilidade da área de Regulação da Secretaria Estadual de Saúde do Tocantins.

"O Instituto ressalta ainda que o paciente em questão não está regulado, até o presente momento, para a UTI pediátrica desta unidade hospitalar", disse.

O QUE DIZ A SES?

"A Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO) informa que o paciente mencionado por este veículo é oriundo do Estado do Pará e foi acolhido pelo Sistema Único de Saúde (SUS) tocantinense, na ocasião de seu nascimento, e já realizou um procedimento cirúrgico, onde ainda encontra-se internado.

A SES-TO destaca que desde a terça-feira, 02, o paciente foi regulado pela Central Estadual de Regulação, para o Hospital Municipal de Araguaína, onde deve passar por um novo procedimento cirúrgico.

A SES-TO enfatiza que aguarda apenas a autorização da referida unidade hospitalar para efetuar a transferência".

Daniel de Oliveira Cunha está com 6 meses
Hospital Municipal de Araguaína

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.