Pau D'Arco

Posto que aumentou preço da gasolina em R$ 0,64 por litro é autuado pelo Procon-TO

Aumentar preço sem justificativa é prática considerada abusiva.

Por Ronaldo Souza 884
Comentários (0)

10/09/2021 15h30 - Atualizado há 9 meses
Fiscal do Proncon em posto de combustível

Após denúncia de motoristas, o Procon Tocantins autuou nesta manhã desta sexta-feira (10) um posto de combustíveis no município de Pau D'arco, que fica a 422 km da capital Palmas, por aumentar o preço da gasolina sem qualquer justificativa. 

O aumento teria sido de 0,64 centavos, passando de R$ 6,35 para R$ 6,99. Segundo o Procon, o estabelecimento não comprou combustível com reajuste, portanto, não há justificativa para o aumento ao consumidor final.

O gerente de fiscalização do Procon, Magno Silva, destacou a importância da participação ativa dos consumidores que, ao mesmo tempo, também são fiscais. 

"O consumidor deve, ao abastecer seus veículos, pedir seus cupons e notas fiscais. Caso seja constatado alguma irregularidade, fazer fotos para auxiliar o órgão de defesa do consumidor a apurar as supostas irregularidades", destaca o gerente. 

Já o superintendente do Procon-TO, Walter Viana, afirmou que o órgão vem atuando para evitar preços abusivos. 

"Em consequência da paralização dos caminhoneiros, o movimento dos postos aumentaram por conta do receio da população em ficar sem combustível. O Procon Tocantins está com ações em todo estado para coibir esse tipo de prática e manter garantias aos consumidores", pontuou Viana.

O que diz a lei

O artigo 39 do Código de Defesa do Consumidor (CDC) diz que exigir do consumidor vantagem manifestamente excessiva ou elevar sem justa causa o preço de produtos ou serviços é vedada ao fornecedor de produtos ou serviços, dentre outras práticas abusivas. 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.