No Bico do Papagaio

Prefeito decreta situação de emergência e institui comitê de crise em Axixá do Tocantins

38 famílias estão desalojadas na cidade.

Por Joselita Matos | Conteúdo AF Notícias 746
Comentários (0)

04/01/2022 16h12 - Atualizado há 7 meses
Bairros ficaram alagados após chuva intensa na madrugada de segunda, 03 de janeiro.

O prefeito de Axixá, Auri-Wulange Ribeiro (PSL), decretou situação de emergência devido às fortes chuvas registradas nos últimos dias e acabou desalojando pelo menos 38 famílias na cidade. O documento está publicado no Diário Oficial desta segunda-feira (03/01) e está em vigor pelo prazo de 90 dias, podendo ser prorrogado por até 180 dias, caso a situação permaneça.

De acordo com o documento de nº 567/2022, fica autorizada a mobilização da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil e do Sistema Nacional de Defesa Civil, no âmbito do município, e todos os órgãos municipais devem se empenhar na atuação para minimizar os efeitos causados pelas chuvas. Também estão dispensados procedimentos licitatórios com a situação de emergência.

O decreto instituiu ainda o Comitê de Gerenciamento de Crise, que deve realizar o estudo e direcionamento das políticas públicas voltadas à preservação da vida, minimização de danos a particulares e bens públicos causados pelas chuvas e cheias de rios e córregos. O Comitê também fica responsável pela elaboração e execução das ações de enfrentamento, em consonância com as orientações da Defesa Civil estadual.

Em caso de situação de risco de morte, o Comitê deve notificar o morador para deixar o imóvel imediatamente, podendo requisitar força policial para ajudar na remoção, caso haja resistência.

FAMÍLIAS DESALOJADAS

Com medo do volume de água voltar a subir, 38 famílias que ficaram desalojadas em Axixá do Tocantins, no Bico do Papagaio, não querem voltar para as suas casas, segundo informou o prefeito. 

Moradores de três bairros [São Raimundo, Santa Rita e Bairro Consórcio] foram afetados depois que um córrego temporário transbordou. A cidade não fica às margens do Rio do Tocantins.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.