Vendido!

Principal aeroporto do Tocantins ficará sob gestão da iniciativa privada pelos próximos 30 anos

Os aeroportos do bloco central vão receber investimento de R$ 1,8 bilhão.

Por Redação
Comentários (0)

07/04/2021 17h26 - Atualizado há 4 dias
A concessão dos seis aeroportos do bloco central foi vendida por R$ 754 milhões

A concessão para a operação do Aeroporto Brigadeiro Lysias Rodrigues, em Palmas (TO), foi arrematada pela Companhia de Participações em Concessões, que faz parte do Grupo CCR.

O leilão foi realizado na Bolsa de Valores de São Paulo nesta quarta-feira (07). A concorrência foi feita pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Os aeroportos da capital do Tocantins e das cidades de Goiânia (GO), São Luís (MA), Teresina (PI), Petrolina (PE) e Imperatriz (MA) faziam parte do Bloco Central e foram arrematados por R$ 754 milhões. 

Segundo o Ministério da Infraestrutura, a previsão de investimento nos aeroportos do bloco central é de R$ 1,8 bilhão durante o período da concessão, que é de 30 anos.

OUTROS BLOCOS

Ao todo foram leiloadas as concessões de operação de 22 aeroportos em 12 estados, divididos em três blocos: Sul, Central e Norte.

Bloco Norte: aeroportos de Manaus (AM), Porto Velho (RO), Rio Branco (AC), Cruzeiro do Sul (AC), Tabatinga (AM), Tefé (AM) e Boa Vista (RR).

Bloco Sul: terminais de Curitiba (PR), Foz do Iguaçu (PR), Navegantes (SC), Londrina (PR), Joinville (SC), Bacacheri (PR), Pelotas (RS), Uruguaiana (RS) e Bagé (RS).

Bloco Central: aeroportos de Goiânia (GO), São Luís (MA), Teresina (PI), Palmas (TO), Petrolina (PE) e Imperatriz (MA).

Com a venda das concessões, o Governo Federal arrecadou R$ 3,3 bilhões em outorgas.

 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.