Prevenção ao câncer

Rede Nacional de Combate ao Câncer promove ações no Outubro Rosa em Araguaína

Campanha reforça importância do diagnóstico precoce do câncer de mama.

Por Redação
Comentários (0)

12/10/2021 10h00 - Atualizado há 1 semana
Mês de outubro é dedicado à prevenção do câncer de mama

A Rede Nacional de Combate ao Câncer está promovendo em Araguaína ações de conscientização dentro da campanha Outubro Rosa, para a detecção precoce do câncer de mama.

Durante todo o mês, serão realizadas ações internas, em parceria com o Hospital Dom Orione (HDO), para sensibilizar colaboradores, pacientes e acompanhantes sobre a prevenção, diagnóstico precoce e rastreamento da doença.

O slogan da campanha nacional neste ano é “Seu corpo fala, escute. Além de palestras, a Rede Nacional promoverá a distribuição de brindes, material informativo e patrocinará a realização de um torneio de tênis.

 “Consultas e exames preventivos são fundamentais para manter a sua saúde em dia. A recomendação é que a mulher faça uma visita periódica anual ao mastologista a partir da primeira menstruação e faça a mamografia anualmente a partir dos 40 anos”, afirmou o Dr. Nader Nazir, mastologista e cirurgião oncológico da Rede Nacional de Combate ao Câncer.  

Câncer de Mama no Brasil

O câncer de mama é o tipo que mais acomete mulheres em todo o mundo, ocupando a primeira posição em mortalidade por câncer entre as mulheres do Brasil.

De acordo com o Inca (Instituto Nacional de Câncer) somente para este ano, existe uma estimativa de surgimento de 66.280 novos casos de câncer de mama no Brasil, com risco estimado de 61,6 casos a cada 100 mil mulheres.

Sinais e sintomas

Os principais sinais que requerem atenção especial são: caroço, geralmente endurecido, fixo e indolor; pele avermelhada; alterações no mamilo e saída espontânea de líquido de um dos mamilos; pequenos nódulos no pescoço ou nas axilas.

Ainda segundo dados do Inca, cerca de quatro a cada cinco casos diagnosticados ocorrem após os 50 anos, faixa etária que, segundo os levantamentos do Ministério da Saúde (MS) reduziu em 42% o número de mamografias realizadas entre 2019 e 2020.

Fatores de risco

Além da idade, outros fatores estão relacionados ao desenvolvimento do câncer de mama, como os comportamentais (obesidade, consumo de álcool, sedentarismo, exposição frequente a radiação); os aspectos hormonais (primeira menstruação antes dos 12 anos, não ter filhos, primeira gravidez após os 30 anos, menopausa após os 55 anos, ter feito terapia de reposição hormonal) e os fatores genéticos/hereditários (histórico familiar de câncer de ovário ou câncer de mama, alteração genética).

Rede Nacional

Com 13 anos de atuação no Tocantins, a Rede Nacional de Combate ao Câncer fica localizada no centro de Araguaína, junto ao Hospital Dom Orione (HDO), e conta com serviços de prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer, reunindo especialidades como oncologia clínica e cirúrgica, oncologia pediátrica, mastologia, reumatologia, hematologia, radioterapia e cuidados paliativos.

Entre os tratamentos ofertados estão a quimioterapia, cirurgia oncológica e as infusões não oncológicas, modelo de terapia assistida voltada ao atendimento de pacientes em regime ambulatorial, que necessitem de tratamento por meio de medicação intravenosa, intramuscular, subcutânea, por vias orais de alta complexidade, entre outras.

Além dos tratamentos médicos, a Rede Nacional conta com uma equipe multidisciplinar formada por profissionais de nutrição, psicologia e odontologia, visando a qualidade total do atendimento ao paciente.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.