Saúde

Todas as vacinas do Calendário Nacional serão ofertadas em creches e escolas públicas de Araguaína

Todas as vacinas estarão disponíveis para crianças e adolescentes de até 15 anos.

Por Redação
Comentários (0)

25/03/2024 14h42 - Atualizado há 2 meses
Vacina sendo aplicada

Notícias do Tocantins - Alinhada com o programa Saúde Escolas, promovido pelos ministérios da Saúde e da Educação, a Prefeitura de Araguaína promoverá uma ação de ampliação da cobertura vacinal até o dia 19 abril nas creches e escolas municipais e estaduais da cidade, abrangendo crianças e adolescentes até 15 anos. E no dia 13 de abril, a Secretaria da Saúde de Araguaína fará o Dia D da mobilização escolar em 10 unidades de ensino, que ainda serão definidas pela equipe à frente da campanha.

Samilla Braga, diretora de Imunização do Município, explica que, durante a ação, as equipes de saúde da família desenvolverão atividades com alunos, pais e professores com o tema da vacinação. Entre elas estão palestras, rodas de conversa e troca de informações, verificação de caderneta de vacinação e a aplicação das doses.

“O objetivo é sensibilizar quanto à importância de se manter o cartão em dia e atualizar as doses que se encontram em falta no momento de verificação da caderneta”, informa Samilla.

As iniciativas de vacinação em todo o país são coordenadas pelo Departamento do Programa Nacional de Imunizações (DPNI), da Secretaria de Vigilância em Saúde e Ambiente (SVSA), do Ministério da Saúde, de forma compartilhada com as secretarias estaduais e municipais de saúde.
 
Ambiente propício

A secretária da Saúde de Araguaína, Ana Paula Abadia, destaca que a escolha das escolas como centro da campanha é estratégica por causa da representatividade que a Educação tem na construção de uma sociedade mais consciente.

“A sala de aula é um espaço importantíssimo de diálogo e informação. Os jovens estão abertos ao aprendizado, eles entendem com mais facilidade a importância da prevenção e as consequências da não vacinação. Sem contar que eles acabam se tornando novos agentes de saúde, levando essa conscientização para dentro de casa e outros espaços”, reforça a secretária.

Outro ponto positivo da ação nas escolas é o maior acompanhamento dos vacinados e a busca ativa pelos que ainda não foram imunizados ou que estão com o esquema vacinal incompleto.

Vacinas contempladas

A campanha envolverá todas as vacinas do Calendário Nacional de Vacinação, com prioridade para as doses de Poliomielite inativada, Poliomielite oral, Pentavalente e Tríplice Viral para crianças de dois meses a menores de cinco anos; e da Febre Amarela, Tríplice Viral, HPV e Meningocócica ACWY para crianças de cinco anos a adolescentes de 15.

Nos dias que antecederem a vacinação, os alunos serão orientados a levar o Cartão de Vacinação, Cartão SUS e o CPF para o registro das doses aplicadas.

Cuidando da saúde

De acordo com o Ministério da Saúde, a vacinação é uma das formas mais efetivas e com custo menor para a prevenção e diminuição da incidência de diversas doenças, reduzindo a mortalidade entre crianças e adolescentes.

A iniciativa de incluir as escolas na busca ativa pela imunização é uma resposta à queda na cobertura vacinal no país nos últimos anos, aumentando a possibilidade de retorno de doenças imunopreveníveis e da ocorrência de surtos.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.