Eleição suplementar

TRE alerta: Enquetes nas redes sociais são proibidas e podem desequilibrar pleito

Por Redação AF
Comentários (0)

20/06/2018 18h42 - Atualizado há 1 semana
As enquetes nas redes sociais se tornaram muito comuns durante as eleições complementares do Tocantins. Os links circulam praticamente todos os dias em vários grupos de WhatsApp. Contudo, não há nenhuma garantia de confiabilidade do resultado. Por isso, o Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO) fez um alerta para o que diz a legislação, tendo em vista que a pesquisa irregular tem potencial de influenciar o pleito, causando desequilíbrio na disputa. A Lei nº 9.504/97, no artigo 33, parágrafo 5°, diz que "é vedada, no período de campanha eleitoral, a realização de enquetes relacionadas ao processo eleitoral" (Incluído pela Lei nº 12.891, de 2013).

Comentários (0)

Mais Notícias

Corrida Presidencial

Pesquisa Ibope: Haddad cresce e chega a 22%; Bolsonaro se mantém nos 28%

A pesquisa ouviu 2.506 eleitores entre sábado (22) e domingo (23).

Indisciplina

Briga dentro de sala de aula no Tocantins termina com estudante ferido no rosto

Na tarde desta sexta-feira (21), e equipe pedagógica se reuniu com os pais dos dois alunos.

Vítima foi arremessada

Adolescente de 14 anos morre durante capotamento de veículo conduzido por menor

O acidente aconteceu no Setor Vila Nova na cidade de Porto Nacional.

Clima esquentou

Em notas, Márlon Reis e Carlesse trocam alfinetadas sobre problemas na saúde

O candidato da Rede criticou a falta de estrutura da pasta da saúde e governo respondeu em tom de ironia.

Feira

ExpoPalmas 2018 começa nesta quinta com shows de Léo Magalhaes e Théo Santana

Léo Magalhaes e Théo Santana são as atrações musicais da primeira noite de festa

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.