Nova avenida

Três parques urbanos serão implantados no trajeto da Avenida Siqueira Campos, em Araguaína

Primeira etapa terá quase 5 km, ligando a Via Norte até a Avenida Castelo Branco.

Por Redação 1.695
Comentários (0)

04/09/2023 08h49 - Atualizado há 7 meses
O investimento faz parte do Projeto Águas de Araguaína, realizado com recursos do CAF

A Avenida Governador Siqueira Campos foi planejada para ser mais uma importante via de fluxo de veículos entre o centro da cidade e os bairros, aliviando o trânsito nas ruas da região central.

Com promessa de ser a maior obra de infraestrutura já realizada na história de Araguaína, a avenida terá início às margens da Via Norte, no setor Jardim Goiás, onde será feita a canalização do córrego Neblina e a construção de uma avenida dupla.

O lançamento oficial da obra será nesta segunda-feira, 4 de setembro, às 19h30, no auditório da ACIARA (Associação Comercial e Industrial de Araguaína), na presença de investidores locais e convidados para detalhar toda a potencialidade social e comercial da obra.

A primeira etapa da obra receberá um investimento de cerca de R$ 70 milhões. O projeto segue até a Avenida Castelo Branco, com quase 5 quilômetros de asfalto. O serviço também inclui mais de 2.300 m de drenagem, além de calçadas com acessibilidade.

A segunda etapa da obra, ainda em fase de licitação, seguirá da Av. Castelo Branco, contornando o futuro Parque de Conservação Nascentes do Neblina, que ligará os setores Couto Magalhães, Vila Norte e Universitário. Ao longo do trajeto, serão implementados três parques urbanos no total.

“A nova avenida completa a malha viária da cidade e divide o fluxo da Via Norte e Avenida Castelo Branco, interligando com as avenidas Neif Murad e Campos Elísios. Estamos modernizando a cidade e tudo isso com responsabilidade ambiental, tornando Araguaína referência não só para o Tocantins, mas para todo o Brasil”, destaca o prefeito de Araguaína, Wagner Rodrigues.

Obra completa

O investimento faz parte do Projeto Águas de Araguaína, realizado com recursos do CAF - Banco de Desenvolvimento da América Latina e, assim como a Via Norte, tem como objetivo a preservação dos córregos que cortam a cidade, eliminando o lançamento irregular de esgoto, preservando o leito dos cursos d’água e melhorando a mobilidade urbana.

A preservação do córrego também contará com um sistema de drenagem da água das chuvas, reduzindo a possibilidade de alagamentos em pontos mais críticos da cidade, dando mais segurança para os moradores do entorno.

 A segunda etapa da obra, ainda em fase de licitação, seguirá da Av. Castelo Branco, contornando o futuro Parque de Conservação Nascentes do Neblina, que ligará os setores Couto Magalhães, Vila Norte e Universitário

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.