Araguaína

Umanizzare tem até o dia 31 de julho para iniciar o encerramento das atividades no Presídio Barra da Grota

Por Agnaldo Araujo
Comentários (0)

23/06/2017 13h14 - Atualizado há 2 meses
Agnaldo Araujo//AF Notícias A empresa Umanizzare Gestão Prisional tem até o final do mês de julho para iniciar o encerramento das suas atividades no Presídio Barra da Grota, em Araguaína, e na Casa de Prisão Provisória de Palmas. A decisão liminar, proferida na última quarta-feira (21), é do juiz de direito Roniclay Alves de Morais, da 4ª Vara da Fazenda e Registros Públicos da capital. De acordo com a decisão, a suspensão dos serviços da empresa deverá ser feita de forma programada e gradativa, em cronograma a ser realizado entre o Estado e a Umanizzare. Prevê ainda que o Governo do Tocantins deve providenciar, neste período, a contratação de novos prestadores de serviços para as atividades que não sejam de atribuição de servidores efetivos. O magistrado argumentou que foi possível extrair do contrato firmado entre a empresa e o Estado que foram terceirizados os serviços de operacionalização da CPPA e do Barra da Grota, nos quais se compreendem: os serviços técnicos e assistenciais, serviços de segurança, serviços de identificação, prontuário e movimentação, serviços administrativos, serviços de alimentação e serviços gerais. No entanto, continuou o juiz, a alínea II do artigo 37 da Constituição Federal impõe à administração pública que os serviços compreendidos no âmbito das atividades-fim devem ser realizados por servidores integrantes do seu quadro de pessoal, sendo vedada sua transferência à mão-de-obra terceirizada, sob pena de violação ao princípio da obrigatoriedade do concurso público. “Nos contratos se denota que algum dos serviços prestados pela empresa contratada são desdobramentos de atividades-fim intrinsecamente ligadas ao dever de vigilância do Estado no garantir o cumprimento da pena”, acrescentou o juiz. O magistrado também lembrou do Concurso Público do Quadro da Defesa Social e Segurança Penitenciária do Estado do Tocantins, cujos aprovados se encontram nomeados e já com determinação para iniciarem suas atividades administrativas e de manejo de presos nas unidades prisionais. “A continuidade dos contratos firmados com a Umanizzare irá por certo onerar excessivamente o Estado e de forma desnecessária vez que os serviços prestados pela empresa contratada passarão a ser realizados pelos servidores concursados”, argumentou. Durante o período de transição, afirma o juiz na decisão, o Estado deve contratar novos prestadores de serviços para as atividades que não sejam de atribuição de servidores efetivos e deverá cessar os pagamentos relacionados aos contratos com empresa. Nota da Umanizzare Em nota, a assessoria da Umanizaare informou que ainda não teve ciência até momento da decisão liminar do juiz Roniclay Alves. Afirmou também que atendendo à solicitação do Poder Judiciário do Estado de Tocantins, encaminhou o cronograma de encerramento progressivo das atividades desenvolvidas nas unidades prisionais. "A empresa esclarece ainda que a administração de unidades prisionais exige um conjunto de ações coordenadas – e essenciais – cuja interrupção brusca certamente comprometeria a segurança coletiva. Entre esses serviços essenciais estão o fornecimento de alimentação, manutenção predial, os serviços de monitoramento, a manutenção de maquinários e equipamentos, a aquisição de medicamentos gerais e psicotrópicos e serviços de especialistas na área de saúde", afirma a nota. Nesse sentido, a nota segue, "a prioridade da Umanizzare foi assegurar a normalidade e efetividade das ações até que o Poder Público assuma, por completo, a administração das unidades".

Comentários (0)

Mais Notícias

Palmas

BMW fica completamente destruída após pegar fogo na Avenida Teotônio Segurado

A BMW ficou completamente destruída após o incêndio. Ninguém ficou ferido.

Violência

Adolescente de 15 anos é morto com três tiros durante assalto no sul do Estado

O menor foi atingido por três disparos na cabeça e no tórax.

Acidente

Mulher tem perna esmagada por veículo após acidente em cruzamento de Palmas

Testemunhas disseram que a motociclista tentou atravessar a Teotônio quando foi atingida

Álcool e direção

Motorista bêbado invade a contramão, colide e mata motociclista na TO-080

Com o impacto da batida, moto e condutor foram arremessados cerca de 30 metros.

Perigo

Crianças são arrastadas por enxurrada enquanto banhavam em córrego de Palmas

Os garotos tomavam banho no córrego quando foram surpreendidos pela força da água.

Engavetamento

Ônibus perde freios e provoca engavetamento na principal avenida de Araguaína

O engavetamento envolveu um ônibus, um veículo de passeio e um caminhão de pequeno porte.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.