Concurso público

Quase 120 aprovados no concurso dos bombeiros serão convocados; CFO será em Palmas pela 1ª vez

Candidatos foram aprovados no certame de 2023.

Por Redação 870
Comentários (0)

23/02/2024 14h45 - Atualizado há 1 mês
Bombeiros militares do Tocantins

Notícias do Tocantins - O governador Wanderlei Barbosa autorizou a convocação de 118 aprovados no último concurso público do Corpo de Bombeiros. Desse total, 98 vão para o Curso de Formação de Praça (CFP) e 22 ingressarão no Curso de Formação de Oficiais (CFO).

Com a autorização do governador, o início do CFO ficou agendado para abril, e o CFP, agendado para maio. Em janeiro, os aprovados em todas as etapas apresentaram a documentação necessária junto à Diretoria de Gestão de Pessoas (DGP), localizada no Quartel do Comando Geral, em Palmas, para a formalização dos processos para fins de inclusão e posse nos quadros da corporação.

“Com essa convocação, a gente pretende resolver uma parte importante das demandas do Corpo de Bombeiros Militar, que assim pode dar continuidade à sua estruturação. Estamos instalando a Companhia em Guaraí, que vai necessitar de um quadro significativo e, para isso, terá que mexer na estrutura atual para formar a nova equipe. Então, nada mais justo que autorizar os aprovados para tomar posse e iniciar seus cursos”, justificou Wanderlei Barbosa.

O comandante-geral do CBMTO, coronel Peterson Queiroz de Ornelas, estava com o governador Wanderlei Barbosa no momento do anúncio.

“Essa etapa era muito aguardada por todos nós do CBMTO, pois é mais um ciclo que se fecha e que nos deixa próximos de ver duas novas turmas se engajando em seus cursos e tomando posse para o trabalho. É o reflexo do crescimento e da expansão da nossa corporação. Queremos agradecer muito o governador Wanderlei Barbosa, que se mostrou sensível à nossa causa e autorizou o chamamento dos aprovados”, destacou.

Outra novidade será a formação dos Cadetes, que, pela primeira vez na história do CBMTO, será realizada em Palmas. A execução das instruções será feita pela própria corporação, por meio de sua Academia de Formação. 

Desta forma, não haverá a necessidade de os futuros oficiais se deslocarem para outras cidades do país ao longo dos próximos dois anos.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.