Eleições 2024

PL de Bolsonaro proíbe apoio a candidatos de outros partidos e ameaça processo ético-disciplinar

Estatuto do PL prevê processo disciplinar para quem descumprir orientação.

Por Conteúdo AF Notícias 577
Comentários (0)

20/05/2024 11h53 - Atualizado há 3 semanas
Valdemar Costa Neto, dirigente do PL, e ex-presidente Jair Bolsonaro

Notícias do Tocantins -  O presidente nacional do Partido Liberal (PL), Valdemar Costa Neto, encaminhou ofício aos diretórios partidários, senadores, deputados federais, estaduais e demais membros da legenda orientando sobre manifestações de apoio a pré-candidatos nas eleições 2024.

No documento, o partido do ex-presidente Jair Bolsonaro avisa que "traições" não serão toleradas. De acordo com o texto, quem fizer campanha - clara ou velada - para membros de outros partidos, em cidades nas quais o PL tenha candidato, ficará sujeito a processo ético-disciplinar (veja o documento completo no final da matéria).

"Diversas mensagens de apoio estão sendo gravadas em prol de candidatos de outras agremiações partidárias, o que pode prejudicar candidatos do PL. Conforme prevê o nosso estatuto, ficará sujeito a instauração de procedimento ético disciplinar quem apoiar clara ou veladamente, candidato de outro partido em eleição na qual o PL tenha candidato", diz um trecho da circular.

Caso de Araguaína

Nos bastidores da política araguainense, comenta-se que essa proibição pode impedir o deputado estadual Marcus Marcelo, que é do PL, de subir no palanque do pré-candidato a prefeito Jorge Frederico, do Republicanos, pois o Partido Liberal está alinhado com Wagner Rodrigues (UB), com o total apoio do senador Eduardo Gomes, o presidente regional da sigla bolsonarista.

Palmas

Já na capital, o PL terá candidatura própria ao Paço Municipal com a deputada estadual Janad Valcari. Por lá, o partido tem os deputados federais Eli Borges e Filipe Martins. 

Processo ético-disciplinar

No ofício, Costa Neto ressalta que o estatuto partidário prevê [no artigo 48, parágrafo 10, inciso III] a instauração de processo ético-disciplinar contra qualquer o filiado ou detentor de mandato eletivo que apoiar, clara ou veladamente, candidato de outro partido.

Ainda segundo o ofício, a Comissão Executiva Nacional orientou os filiados que estejam ocupando cargo político a observarem as manifestações de apoio gravadas, evitando assim que sejam levadas a efeito mensagens de apoio a candidatos de outros partidos políticos, priorizando exclusivamente que tais mensagens sejam destinadas apenas aos pré-candidatos do Partido Liberal nas eleições municipais deste ano.

"Assim estaremos trabalhando para o fortalecimento dos candidatos do Partido Liberal e o crescimento de nosso partido em todo o território nacional", destacou o ofício.

"Ressaltamos a importância do cumprimento das diretrizes estabelecidas pela Comissão Executiva Nacional diante da linha de atuação político-partidária fixada pelo órgão de execução nacional do Partido Liberal, no interesse partidário, com fundamento na legislação de regência e no Estatuto Partidário", finaliza o ofício.

Ofício do presidente nacional

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.