Projeto de lei

Aprovada unificação das classes de soldados da PM e bombeiros; divisão foi feita por Carlesse

A matéria unifica as remunerações e estabelece regra de transição.

Por Redação 657
Comentários (0)

24/05/2023 09h47 - Atualizado há 10 meses
Plenário da Assembleia Legislativa do Tocantins

Foi aprovado na noite desta terça-feira (23) uma matéria que extingue a graduação entre os soldados da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros em 1ª e 2ª classes. Originalmente proposto pelo Governo do Estado por meio da Medida Provisória nº 03/2023, o texto foi transformado em projeto de lei de conversão na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ).

Conforme consta na mensagem enviada à Assembleia pelo Executivo, o propósito do PL é garantir a fluidez da ascensão aos militares “já que a graduação não registrou reflexos práticos que favorecessem a carreira e o exercício da atividade”.

A divisão entre soldados de 1ª e 2ª classes foi criada pelo ex-governador Mauro Carlesse. Na época, a medida foi muito criticada.

Além de ajustar referências a soldados de classes distintas no Estatuto das corporações militares, a matéria unifica os subsídios e estabelece regra de transição “aos ocupantes de ambas graduações, a fim de não gerar qualquer prejuízo à carreira”.

Na mesma sessão, foi aprovado projeto de lei complementar que altera a regulamentação das atividades de pesca, aquicultura, piscicultura e da proteção da fauna aquática.

De autoria do deputado Olyntho Neto (Republicanos), a matéria acrescenta a modalidade de tanque aéreo entre as hipóteses de dispensa de licenciamento e outorga. “Desta forma, os piscicultores podem investir na produção, o que ajuda na redução da pesca irregular e predatória”, explicou o autor.

Tribunal de Justiça

De autoria do Tribunal de Justiça, os deputados aprovaram projeto que autoriza doação de terreno urbano ao município de Tocantinópolis. A área de 2.750,32m³ sediará o novo Fórum da comarca na rua XV de Novembro, Setor Aeroporto, quadra 02, lote 24.

Constam ainda matérias dos parlamentares Luciano Oliveira (PSD) e Nilton Franco (Republicanos) que instituem o Dia da Vaquejada, a ser comemorado a cada 8 de julho, e a Campanha de Conscientização sobre Depressão Infantil e na Adolescência.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.