Wagner Rodrigues

Araguaína proíbe futebol, aumenta valor de multa e endurece fiscalização em novo decreto

As medidas anteriores de enfrentamento à covid permanecem em vigor.

Por Conteúdo AF Notícias 2.963
Comentários (0)

17/03/2021 10h30 - Atualizado há 3 anos
Cidade de Araguaína

O perfeito de Araguaína, Wagner Rodrigues, prorrogou o estado de calamidade pública por 12 meses, estabeleceu novas medidas de combate à covid-19 e juntou as regras vigentes em um único decreto para facilitar a compreensão por parte da população.

O novo documento foi publicado no Diário Oficial do Município desta segunda-feira (15) e já está em vigor, valendo por tempo indeterminado.

HIGIENIZAÇÃO

Conforme Wagner, a prefeitura irá aumentar a fiscalização e higienizar vários locais com grande circulação de pessoas, como casas lotéricas, bancos, rodoviária, aeroporto, todas as secretarias e UBSs.

TESTES DE COVID-19

Todos os mototaxistas, servidores de cartórios, servidores da rodoviária, servidores de estabelecimentos bancários, supermercados, entre outros que lidam diretamente com o público em geral também serão testados para a doença.

A intenção é que, caso alguma pessoa esteja infectada, ela possa ir para o isolamento e não disseminar o vírus. “Agora nós iremos até a comunidade e não esperaremos a comunidade vir até nós”, disse o prefeito.

AS MEDIDAS

Entre as novas medidas está a proibição de atividades físicas que tenham contato físico, tais como futebol em todas as suas modalidades, jiu-jitsu, judô, boxe, karatê, muay thai, basquete, vôlei e similares.

Já as atividades físicas com treinos e jogos individualizados e/ou coletivos que não dependam de contato físico poderão ocorrer, desde que respeitados o limite máximo de 4 participantes, distanciamento de 2 metros e uso obrigatório de máscara.

Também está proibida a realização de bailes, eventos, festas, shows, formaturas, colações de grau, casamentos, confraternizações, aniversários, reuniões, campeonatos de futebol e correlatos.

Permanece vedada a concentração, permanência ou reunião de pessoas na Via Lago, Parque Cimba, Complexo Beira Lago, praças, academias ao ar livre e similares.

RESTAURANTES

Wagner Rodrigues decidiu estender o horário de funcionamento dos estabelecimentos, que poderão atender até as 23 horas com tolerância máxima até a meia-noite. Com esta mudança, o horário limite para a circulação de pessoas nas ruas também foi alterado, passando para as 0h30 às 05h00. 

“Nós entendemos a necessidade que os empresários desse tipo de segmento têm para conseguirem manter os seus negócios, mas não podemos relaxar em um período tão delicado quando nossos leitos de UTI ainda estão ocupados quase que em 100%. Só poderemos tornar as medidas mais flexíveis quando isso não oferecer risco à população de Araguaína e nessa hora todos precisamos ser fiscais para garantir o bom funcionamento da cidade”, disse o prefeito Wagner Rodrigues.

MULTA MAIS ELEVADA

Apesar da flexibilização no horário, o consumo de bebida alcoólica em estabelecimentos comerciais e áreas públicas continua proibido e com uma multa maior caso a regra seja descumprida, chegando a R$ 1.500, além de cinco dias de interdição em casos reincidentes e o responsável pelo estabelecimento podendo responder por crime contra a ordem e a saúde pública.

IGREJAS E SUPERMERCADOS

As igrejas e templos só poderão funcionar até as 22 horas e com assentos individuais com distanciamento mínimo de 1,5 metros. Os supermercados também poderão funcionar até as 22 horas respeitando a quantidade máxima de 50% em relação ao número de clientes que deve ser mantido com controle de acesso utilizando medidores de temperatura e com a recomendação da distribuição de luvas descartáveis aos clientes.

COMO DENUNCIAR

Caso algum descumprimento seja identificado, a população pode fazer a denúncia pelo número 190 da Polícia Militar ou pelos telefones da fiscalização municipal: (63) 3411.5640 / (63) 99949.5394 / (63) 99972.6133.

O novo decreto com todas as medidas está disponível aqui.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.