Economia

CDE aprova quase R$ 12 milhões para a Agrotins, Feira ÉPOCA 2024, Fenesup e outros eventos

Serão investidos quase R$ 12 milhões para fomentar eventos. Agrotins é beneficiada.

Por Redação
Comentários (0)

23/01/2024 09h53 - Atualizado há 2 meses
Reunião do CDE em Palmas.

Com foco no fortalecimento do setor produtivo do Tocantins, a Conselho de Desenvolvimento Econômico do Estado (CDE-TO) realizou, nesta segunda-feira (22/01), a sua 125ª reunião ordinária e a primeira do ano de 2024. O Conselho deliberou sobre as solicitações de incentivos fiscais e aprovações de aportes de recursos do Fundo Estadual de Desenvolvimento Econômico (FDE-TO).

Foram aprovados os incentivos fiscais, nas modalidades de expansão e implementação, para cinco empresas. A expectativa é de que sejam injetados na economia quase R$ 140 milhões e que mais de 190 novos postos de empregos sejam criados, gerando renda para a população tocantinense.

Fundo de Desenvolvimento Econômico (FDE-TO)

Ainda na reunião, foi deliberado e aprovado o aporte de recurso em quase R$ 12 milhões para fomentar projetos como a contratação de estrutura para eventos como Agrotins, Pavilhão do Desenvolvimento e a Feira de Negócios da Região Sul de Palmas, a Fenesup, (totalizando R$ 8 milhões).

Também foram contemplados o Projeto Tecnova III, que possui a finalidade de apoiar 25 empresas tocantinenses (R$ 2.170.000,00), a Exposição do Polo Comercial e Industrial de Araguaína – Feira Época 2024 (R$ 1.200.000,00) e implantação de Agroindústria de Processamento da Mandioca e Etnodesenvolvimento da Associação dos Brigadistas indígenas Xerente (R$ 600.000,00).

O conselheiro Jaime Café se mostra satisfeito com os resultados que o CDE tem apresentado para o Estado e animado com o que pode ser feito nos próximos meses. “Estamos bastante otimistas com as pautas deste ano, sabendo que o Tocantins está trilhando um caminho de prosperidade e com um Conselho que tem sido bastante diligente na aplicação dos recursos, sendo muito criterioso para que os recursos públicos sejam bem aplicados”, disse o conselheiro.

Para o secretário Carlos Humberto, cada vez mais o trabalho do Conselho se mostra imprescindível para a construção de um Tocantins economicamente forte. “O saldo de 2023 foi extremamente positivo, resultado de uma política eficiente e visionária, como a que tem sido desenvolvida pelo nosso Governador Wanderlei Barbosa. Começamos 2023 com projetos incríveis, como a agroindústria do povo Xerente, projetos que visam explorar o potencial que nosso Estado possui”, afirmou.

Foi aprovado na reunião incentivos fiscais a empresas para investir no TO.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.