Defensoria Pública de Araguaína orienta pais e filhos sobre conflitos do divórcio

Por Redação AF
Comentários (0)

30/08/2014 08h52 - Atualizado há 5 dias
<span style="font-size:14px;">Conflitos t&iacute;picos do div&oacute;rcio devem ser tratados com di&aacute;logo, &eacute; o que prop&otilde;e um grupo de orienta&ccedil;&atilde;o para pais e filhos assistidos pela Defensoria P&uacute;blica em Aragua&iacute;na.<br /> <br /> Os adultos participaram do grupo nesta sexta-feira, (29), e as crian&ccedil;as e adolescentes no &uacute;ltimo dia 27 de agosto, totalizando um grupo de 20 pessoas.<br /> <br /> A defensora p&uacute;blica da &aacute;rea da fam&iacute;lia, T&eacute;ssia Gomes Carneiro, destaca que &eacute; a uni&atilde;o da fam&iacute;lia que mant&eacute;m o la&ccedil;o entre as gera&ccedil;&otilde;es.<br /> <br /> <em>&ldquo;O trabalho proposto pela equipe multidisciplinar de Aragua&iacute;na visa ajudar pais e filhos a compreenderem os efeitos do div&oacute;rcio e/ou dissolu&ccedil;&atilde;o da uni&atilde;o est&aacute;vel para ent&atilde;o estabelecerem a parceria necess&aacute;ria na nova etapa que se inicia com o rompimento, mantendo as rela&ccedil;&otilde;es parentais saud&aacute;veis&rdquo;</em>, disse.<br /> <br /> Ser&atilde;o dois encontros com cada grupo de pais e filhos, sob a condu&ccedil;&atilde;o da equipe multidisciplinar da Institui&ccedil;&atilde;o (psic&oacute;loga, pedagoga e assistentes sociais).<br /> <br /> A abordagem para discutir o tema &eacute; atrav&eacute;s de espa&ccedil;o de escuta, troca de experi&ecirc;ncias, din&acirc;micas reflexivas, viv&ecirc;ncias, atividades l&uacute;dicas e teatrais, question&aacute;rios, recursos audiovisuais, material gr&aacute;fico, entre outros.<br /> <br /> A psic&oacute;loga Vanessa Sales avaliou que a primeira experi&ecirc;ncia com os grupos foi bem construtiva. <em>&ldquo;Falar de algo que muitas vezes traz certo inc&ocirc;modo pode ser dif&iacute;cil, mas a metodologia que aplicamos proporcionou aos pais e filhos se sentirem &agrave; vontade para falar dos seus sentimentos e viv&ecirc;ncias, especialmente os pais que puderam refletir sobre suas atitudes em rela&ccedil;&atilde;o aos filhos diante do processo do div&oacute;rcio&rdquo;</em>, destacou.&nbsp;&nbsp;&nbsp;<br /> <br /> O intuito da forma&ccedil;&atilde;o destes grupos &eacute; proporcionar orienta&ccedil;&otilde;es t&eacute;cnicas sobre a din&acirc;mica do div&oacute;rcio, suas implica&ccedil;&otilde;es no contexto familiar, aspectos sociais e psicol&oacute;gicos envolvidos e, sobretudo, a import&acirc;ncia de estabelecer uma comunica&ccedil;&atilde;o saud&aacute;vel entre pais e filhos diante de tal fen&ocirc;meno.<br /> <br /> A pr&aacute;tica da aliena&ccedil;&atilde;o parental &eacute; um dos assuntos tratados no Grupo de Orienta&ccedil;&atilde;o, buscando alertar os pais sobre atitudes previstas na Lei n&ordm;12.318/2010, que prev&ecirc; interven&ccedil;&atilde;o do Judici&aacute;rio em casos de aliena&ccedil;&atilde;o parental, pr&aacute;ticas que fere o direito fundamental da crian&ccedil;a ou do adolescente de conviv&ecirc;ncia familiar saud&aacute;vel, prejudica a realiza&ccedil;&atilde;o de afeto nas rela&ccedil;&otilde;es com genitor e com o grupo familiar, constitui abuso moral contra a crian&ccedil;a ou o adolescente e descumprimento dos deveres inerentes &agrave; autoridade parental ou decorrentes de tutela ou guarda. &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp;<strong>A&ccedil;&otilde;es judiciais</strong><br /> <br /> Direitos de Fam&iacute;lia s&atilde;o os mais procurados na Defensoria P&uacute;blica do Tocantins. A&ccedil;&otilde;es Judiciais que envolvem a separa&ccedil;&atilde;o conjugal somaram 10.257 no ano de 2013, e neste ano foram ajuizadas 4.231 at&eacute; junho, sendo elas dissolu&ccedil;&atilde;o de uni&atilde;o est&aacute;vel e div&oacute;rcio; guarda e visita; pens&atilde;o aliment&iacute;cia; entre outras.</span>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Mais Notícias

Especialistas comentam

Araras sobrevivem na mira do tráfico de animais silvestres no Tocantins

A trajetória de tratamento da espécie se estende por diferentes períodos, conforme as condições de saúde.

Redes Sociais

TSE manda Twitter fornecer dados de perfis que festejaram ataque a Bolsonaro

Twitter deverá entregar dados de 16 perfis que incentivaram agressões a Bolsonaro

Eleições 2018

Ciro compara Bolsonaro a Hitler: 'um fascista que vai descambar pra violência'

A mesma comparação tem sido feita em diversas reuniões políticas.

Veja a tabela

200 vagas de emprego para Palmas, Araguaína e mais sete cidades do Tocantins

As oportunidades desta terça-feira (25) são para nove cidades do Estado.

Dia do Contador

Câmara de Araguaína faz homenagem aos contadores durante sessão especial

O Dia do Contador é comemorado anualmente em 22 de setembro.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.