Luta antiga!

DNIT fala sobre projeto de engenharia da BR-010 no Tocantins, federalização de rodovias e obras

Empresa vencedora terá até dois anos para concluir a elaboração do projeto.

Por Redação 4.153
Comentários (0)

02/04/2024 15h40 - Atualizado há 2 semanas
Reunião com o presidente do DNIT

Notícias do Tocantins – O superintende do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT-TO), Renan Bezerra de Melo Pereira, afirmou que o projeto de engenharia da BR-010 entre Aparecida do Rio Negro e Goiatins, deve ser licitado entre 60 e 90 dias.

Renan de Melo também afirmou que a empresa vencedora terá até dois anos para concluir a elaboração do projeto. Segundo ele, antes da licitação do estudo, deverão ser elaborados os atos preparatórios para a contratação do projeto, a exemplo do Termo de Referência e outros procedimentos.

O superintendente ainda disse que o trecho de 180 km da BR-010, ligando os estados do Tocantins e Goiás, que já tem projeto elaborado, está pronto para ser licitada a construção da obra, apesar do desejo da população de mudar o traçado da estrada.

As informações foram repassadas em resposta ao Movimento Pró-BR-010, na reunião ocorrida nesta segunda-feira, dia 1º de abril.

Federalização

O DNIT assumiu recentemente o trecho da TO-020, entre Palmas e Aparecida do Rio Negro, federalizando a rodovia estadual nessa extensão, que passa a pertencer ao traçado da BR-010 e a ser cuidado pelo órgão federal.

Quanto à federalização da TO-050, de Palmas/Porto Nacional até Silvanópolis, o superintendente afirmou que depende somente do governo estadual finalizar a recuperação de toda a extensão, conforme acordo entre DNIT e Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto).

Ponte

Sobre uma promessa do DNIT, feita há anos, de concluir a ponte sobre o Rio Perdida, no município de Rio Sono, antes do retorno da obra da BR na região, a expectativa do Movimento foi frustrada, pois foi dito na reunião que sua construção está vinculada ao retorno da obra da rodovia.

O coordenador do Movimento Pró-BR-010, Elpídio Lopes, destacou que a organização tinha a esperança de que ao menos a ponte fosse construída logo, pois ela é fundamental para a fluidez do transporte e da produção na região.

Manutenções

Uma das cobranças constantes do Pró-BR-010, prefeitos e produtores é a manutenção do traçado de cascalho da rodovia federal. A esse respeito, Renan de Melo garantiu que já há o planejamento da conservação do referido traçado, mas só pode entrar em ação após o término das chuvas. “No momento não podem ser realizados os serviços, pois seria jogar dinheiro fora”, explicou, referindo-se ao período chuvoso, que danifica o trabalho realizado.

O superintendente ainda garantiu o corte da Ladeira do Bigode, em Rio Sono, com vistas a melhorar o acesso no local. Garantiu, também, estudar a possibilidade de readequar o trevo que dá acesso ao perímetro urbano de Rio Sono, com o objetivo de evitar acidentes, muitos deles, fatais.

Segundo Renan, ainda será feita uma avaliação da estrutura da ponte do povoado Alto Lindo em Goiatins, que, segundo foi informado, está com sua base danificada, além de ser muito estreita, comportando somente um veículo por vez.

Participaram da reunião o deputado Ricardo Ayres (Republicanos), o qual intermediou o encontro; o assessor da senadora Professora Dorinha (UB), Cleber Pinheiro; o prefeito de Aparecida do Rio Negro, Suzano Lino; a prefeita de Itacajá, Maria Aparecida; lideranças e coordenadores do movimento.

Presentes na reunião

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.