Energia solar

Empresa planeja investimento bilionário no Tocantins capaz de gerar 1.000 empregos

Investimentos serão feitos em Colinas e Gurupi.

Por Redação 2.098
Comentários (0)

03/03/2021 17h23 - Atualizado há 1 mês
Encontro do empresário com os prefeitos e o governador

O empresário Bruno Cabral Izidoro, sócio da empresa Freedom Partners, está planejando investir R$ 2,7 bilhões em energia fotovoltaica (energia solar) nos municípios de Gurupi e Colinas, ambos no Tocantins.

Ele se reuniu com o governador Mauro Carlesse, o prefeito de Colinas, Carlos Casarin, e a prefeita de Gurupi, Josi Nunes, na manhã desta quarta-feira (3). O encontro teve como objetivo dar celeridade à liberação das licenças de instalação e à operação para a construção de fazendas de energia solar nos respectivos municípios.

Serão destinados R$ 1 bilhão para a instalação da fazenda de Colinas, que terá potência de 300 megawatts, e R$ 1,7 bilhão para a fazenda de Gurupi, que terá potência de 518 megawatts.

De acordo com Bruno Izidoro, o objetivo das construções das fazendas de energia solar é dar início ao desenvolvimento econômico da região do Matopiba, que é formada pelos estado do Tocantins, Maranhão, Piauí e Bahia.

Bruno Izidoro ainda informou que as instalações das fazendas estão previstas para começar neste ano de 2021, gerando mais de 1.000 empregos diretos e indiretos.

O governador Mauro Carlesse afirmou estar aberto ao projeto. "O que for viável e nós pudermos fazer para agilizar essa implantação, nós faremos, pois não podemos travar mais o Estado nem atrapalhar quem quer investir aqui", pontuou. 

O secretário de Estado da Indústria, Comércio e Serviços, Tom Lyra; o presidente do Naturatins, Renato Jayme; o vice-prefeito de Gurupi, Gleydson Nato; e o vice-prefeito de Colinas, Francisco Delmaires, também participaram da reunião.

Encontro com o governador

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.