Educação

Escolas estaduais voltam às aulas na segunda-feira em todo o Tocantins de forma híbrida

Reunião para definir ações foi realizada entre Seduc e diretorias regionais

Por Joselita Matos 1.850
Comentários (0)

29/07/2021 08h50 - Atualizado há 1 mês
Diretores regionais de ensino durante reunião na Seduc

Orientações, plano de retomada das aulas, acolhimento, transporte escolar, programas e projetos foram colocados em pauta durante uma reunião realizada nesta quarta-feira (28), com a presença dos 13 diretores Regionais de Educação e da secretária Adriana Aguiar. As aulas começam na próxima segunda-feira, dia 2 de agosto.

Foi apresentado um plano de retomada que contempla as atividades presenciais e não presenciais (modelo híbrido), assim como a organização dos espaços das unidades de ensino e do transporte escolar para garantir a segurança e a saúde dos estudantes e profissionais. Todos os trabalhadores da educação já foram vacinados contra a Covid-19 pelo menos com a primeira dose.

A secretária Adriana Aguiar afirmou que deve ser considerada a realidade local de cada município em relação à pandemia. “Temos um alinhamento comum, que é a oferta de educação de qualidade para os estudantes dos 139 municípios tocantinenses, porém esse retorno considera a realidade local, os decretos vigentes. O ensino será híbrido para atender às diferentes realidades. Para isso, temos um Guia de Orientações Pedagógicas”, explicou.

Avaliação das escolas

Também foram colocadas em pauta as propostas de ações para a realização de avaliações diagnósticas do 1º ao 6º ano do ensino fundamental, diagnóstico para as escolas de ensino médio integral e a aplicação de simulados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), assim como a execução do programa ‘TO no Enem’, direcionado aos estudantes matriculados na 2ª e na 3ª série do ensino médio, na rede estadual de ensino.  

Programa federal

A equipe da Seduc também deu os encaminhamentos referentes ao plano de ação das equipes gestoras dentro do Programa Brasil na Escola, que busca iniciar as bases para uma agenda de inovações sobre a atual organização do ensino fundamental, bem como apoiar a execução das metas 2 e 7 do Plano Nacional de Educação (PNE), sobretudo para os anos finais do ensino fundamental.

A diretora Regional de Educação de Arraias, Thais Amorim, destacou que o trabalho nas unidades de ensino se reconfigurou no período pandêmico, demandando novas estratégias de trabalho. “Antes, o nosso trabalho se centrava basicamente na parte pedagógica e administrativa, agora, temos que trabalhar a parte emocional interligada a qualquer ação que venhamos a desenvolver. Com essa reunião, deslumbramos novos caminhos a serem percorridos dentro dessa proposta”, apontou.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.