'Operação Nudae’

Ex-deputado é preso pela Polícia Federal em operação contra fraudes no Tocantins

A operação investiga suposto esquema de fraudes e desvio de recursos públicos envolvendo uma licitação do Incra no Tocantins.

Por Redação 6.498
Comentários (0)

19/12/2018 10h06 - Atualizado há 1 mês
Ex-deputado preso

A Polícia Federal prendeu o superintendente do Incra no Tocantins, Carlos Alberto da Costa, conhecido como Carlão da Saneatins, durante a segunda fase da ‘Operação Nudae’ deflagrada na manhã desta quarta-feira (19). Carlão é ex-deputado estadual.

A operação investiga suposto esquema de fraudes e desvio de recursos públicos envolvendo uma licitação do órgão federal no Tocantins.

Além do mandado de prisão preventiva contra o ex-deputado, policiais federais também cumpriram dois mandados de busca nos endereços do superintendente, expedidos pela 4ª Vara Federal. 

A primeira fase da operação foi deflagrada em 31 de agosto deste ano com o objetivo de desarticular esquema de fraudes e desvio de recursos públicos envolvendo Chamada Pública do INCRA/SR(26)/TO.

O objetivo era a seleção de entidade para prestar serviços de assistência técnica e extensão rural para vários assentamentos criados ou reconhecidos pelo Incra no Tocantins.

As investigações apontam que apesar de estar afastado do cargo, o ex-deputado teria continuado a frequentar projetos de assentamentos firmando compromissos em nome do órgão. A investigação aponta ainda indícios de destruição de provas e interferência nas investigações, além da continuidade da prática de recebimento de vantagens indevidas.

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), a quebra do sigilo bancário e telefônico do superintendente apontou uma movimentação bancária desproporcional com o cargo exercido. Os dados revelam que entre dezembro de 2014 e julho de 2018 a movimentação de entrada nas contas foi de R$ 5 milhões.

Parte desse dinheiro, de acordo com o MPF, foi depositado pessoalmente em espécie pelo ex-deputado, o que corrobora com os indícios de recebimento de propina.

PERFIL

Carlos Alberto da Costa é natural de Corumbaíba (GO) e tem formação em Contabilidade.

Ele trabalhou mais de 30 anos na Saneatins, onde exerceu diversas funções, como a de técnico de contabilidade, contador, gerente de Recursos Humanos e também no setor financeiro.

Candidato a deputado estadual pela primeira vez, ele conquistou a primeira suplência do PSDB, com 8.110 votos em diversos municípios do estado.

Assumiu o mandato de deputado no dia 04 de outubro de 2011 a 25 de abril de 2012 e novamente em 14 de março de 2013. Também chegou a ser líder do Governo na Assembleia.

Comentários (0)

Mais Notícias

Concurso público

DPE pede que Justiça obrigue Governo a nomear 356 aprovados da Defesa Social

Além de não convocar os aprovados, o Governo contratou 260 servidores para exercer as mesmas funções.

Fake news

Boato sobre morte de delegado de Araguaína causa confusão nas redes sociais

A informação repercutiu e até uma nota foi divulgada pelo Sindepol-TO.

Monte Fitz Roy

Escaladores brasileiros desaparecem na Patagônia e mau tempo atrapalha buscas

As buscas, neste momento, segundo ele, permanecem suspensas em razão do mau tempo.

2019-2021

Gedeon Pitaluga toma posse na OAB Tocantins focado na valorização da advocacia

Ele é o presidente mais jovem a assumir o comando da Seccional Tocantins.

Promoções

Governo do Tocantins promove 38 militares e nomeia mais servidores públicos

Os militares foram promovidos para as patentes de 1º e 2º tenente, coronel e major.

Fluxo de passageiros

Mais de 673 mil viajantes passaram pelo Aeroporto de Palmas em 2018, alta de 3%

O grande potencial turístico do Estado e divulgação de suas belezas naturais contribuíram.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.