Prisão

Ex-deputado estadual é preso em flagrante por ameaça e desacato após confusão em bar de Palmas

Polícia abriu um processo disciplinar para apurar as circunstâncias e condutas do policial.

Por Conteúdo AF Notícias 2.103
Comentários (0)

29/05/2024 08h20 - Atualizado há 3 semanas
Sargento Aragão tentou resistir à prisão

Notícias do Tocantins – O ex-deputado estadual e tenente da PMTO Manoel Aragão da Silva, conhecido como Sargento Aragão, foi preso pela Polícia Militar após se envolver em uma confusão em um bar e espetaria na capital Palmas, na segunda-feira (27/05).

Vídeos que circulam na internet mostram o ex-deputado discutindo com funcionários e, em determinado momento, ele direciona as mãos à cintura como se estivesse armado. Durante a discussão, uma mulher chega a apontar a vassoura para ex-deputado. A confusão teria sido motivada por causa de cerveja quente.

Em seguida, Sargento Aragão pagou a conta e saiu do bar, mas foi encontrado pela polícia em outro estabelecimento comercial. Bastante alterado e visivelmente embriagado, ele tentou resistir à prisão e desacatou os militares com xingamentos.

O que diz a PMTO?

A Polícia Militar informou que o ex-deputado foi preso em flagrante pelos crimes de ameaça à proprietária do estabelecimento comercial e desacato aos policiais que atenderam a ocorrência. Ele está recolhido em uma unidade militar.

A polícia também abriu processo disciplinar para apurar as circunstâncias e condutas do policial. “A instituição reafirma à sociedade seu compromisso com a lei, ordem e a ética, destacando ainda que não coaduna com quaisquer desvios de conduta, por ventura cometido por seus integrantes”, informou a instituição em nota.

Na audiência de custódia, a Justiça converteu a prisão em flagrante em prisão preventiva (sem prazo determinado).

O que diz a defesa do ex-deputado?

A defesa do ex-deputado, por sua vez, alegou que o suspeito foi agredido injustamente por uma senhora, e daí nasceu todo o entrevo.

“Entendemos que o caso não seria de prisão preventiva. Visto que ele tem profissão definida e foi um desentendimento entre os próprios militares que poderia ser resolvido de forma menos impositiva”, disse a defesa.

Confusão começou em um bar na capital
Momento que o ex-deputado é preso

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.