Ajude!

Família de jovem de Araguaína com câncer faz vaquinha para continuar tratamento em São Paulo

O tratamento pelo SUS terá duração de um ano, mas a família dele não possui recursos para bancar as despesas.

Por Márcia Costa 5.647
Comentários (0)

23/10/2019 15h36 - Atualizado há 1 ano
O adolescente

O jovem araguainense Carlos Eduardo Costa Sousa, de 16 anos, descobriu um câncer recentemente na perna e está internado no Hospital Oncológico GRAACC (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer) em São Paulo. A família dele não possui recursos para bancar as despesas e pede ajuda.

O pai do adolescente contou ao AF Notícias que Carlos Eduardo sofreu uma fratura na perna em abril enquanto jogava futebol na Escola Estadual Marechal Rondon. Ele passou por uma cirurgia no Hospital Regional (HRA), mas sofreu uma nova fratura na mesma perna enquanto pedalava de bicicleta após a retirada dos pontos.

Durante o período de recuperação da segunda cirurgia, o estudante começou a ter alguns inchaços no joelho e precisou voltar ao HRA.

“Foi feita drenagem na ortopedia, alguns dias houve mais inchaço, saída de secreção e rapidamente foi para a cirurgia. No procedimento cirúrgico, fizeram uma biópsia e outros exames, aí descobriram um tumor ósseo, osteossarcoma”, disse Magno Alves, pai do adolescente.

O tumor ósseo maligno é mais comum em crianças e adolescentes com pico de incidência entre a segunda e terceira décadas de vida. Os locais mais frequentes em que esse tipo de câncer afeta são o fêmur distal, área do joelho (tíbia proximal) e o ombro (úmero proximal). 

Após o diagnóstico, a família precisou de correr contra o tempo para conseguir um hospital pediátrico em outro Estado por falta do serviço no Tocantins. “Corremos contra o tempo, pois meu filho precisava de uma ala pediátrica. Ele ainda pegou infecção por estar numa área de ortopedia com a fratura exposta fazendo curativos na frente de todos. Tivemos que acionar a justiça para apressar a retirada dele para um local onde faria o tratamento. E pedimos um táxi aéreo porque não tinha condição de voo comercial”, contou o pai.

A família conseguiu a internação do adolescente no hospital GRAACC, em SP, e o tratamento pelo SUS terá duração de um ano. O tratamento consiste em radioterapia, quimioterapia e uma cirurgia.

Amigos criaram uma vaquinha online para conseguir doações para que o adolescente e sua família paguem as despesas de alimentação e transporte.

As doações podem ser feitas através da vaquinha ou das contas bancárias dos pais de Carlos Eduardo. 

Banco do Brasil
Agência: 0638-6
Cconta corrente: 80.842-3
Titular: Maria Aparecida Costa Paixão (mãe)

Caixa econômica
Agência: 0610
Conta: 00030837-0
Operação: 023
Titular: Magno Alves de Sousa

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.