Não há vagas!

Hospital de Araguaína nega atendimento a idosa de 100 anos em estado grave por falta de leito

O Ministério Público já foi acionado sobre o caso. A idosa está há três dias aguardando a transferência.

Por Márcia Costa 2.074
Comentários (0)

24/08/2019 17h05 - Atualizado há 3 semanas
Hospital Regional de Araguaína não tem vaga na sala vermelha

Um idosa de 100 anos está internada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Araguaína, em estado grave, aguardando a transferência para o Hospital Regional da cidade.

Segundo familiares, Glória Cavalcante de Sousa foi internada ainda no dia 20 de agosto com suspeita de pneumonia e, desde então, seu quadro clínico só tem piorado e precisa de atendimento médico avançado com urgência.

Lucivânia Lima, neta da idosa, disse que a avô está na sala vermelha da UPA quase em coma, morrendo à mingua, e ninguém faz nada. A jovem está revoltada com o descaso e falta de humanidade.

O QUE DIZ A UPA

Em nota ao AF Notícias, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) informou que a paciente encontra-se se na sala vermelha da UPA, em uso de oxigênio, prescrita e sendo assistida pela unidade de forma correta, e aguarda transferência para sala vermelha do Hospital Regional de Araguaína há três dias.

Conforme a UPA, a transferência foi negada por falta de leito na sala vermelha do HRA, conforme informado oficialmente à direção da unidade. 

A UPA afirmou também que a situação da idosa já foi informada ao Ministério Público e à direção técnica e clínica do HRA, respeitando os protocolos de atendimento.

PROBLEMA RECORRENTE

No início do mês de agosto o Ministério Público do Tocantins (MPTO) acionou a Justiça por causa da demora na transferência de oito idosos pacientes da Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h) para o Hospital Regional de Araguaína (HRA). Todos estavam internados na UPA há mais de 24h à espera de leito no hospital. 

Em 2017 uma decisão judicial obrigou o Estado a aumentar a oferta de leitos na rede pública ou privada de Araguaína, de modo a solucionar a questão da longa permanência dos pacientes na UPA.

O AF Notícias já entrou em contato com a Secretaria de Estado da Saúde e aguarda resposta sobre o caso.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.