Aprovados em seleção

Mesmo após várias críticas, governador nomeia quase 70 novos diretores escolares

Por Agnaldo Araujo
Comentários (0)

06/01/2018 10h49 - Atualizado há 1 mês
Mesmo após várias críticas ao modelo de seleção, o governador Marcelo Miranda (PMDB) designou 68 professores efetivos da rede estadual de ensino para a função de diretor escolar a partir do ano letivo de 2018. Os novos diretores ainda passarão por um período de formação e durante a gestão, que é de até 3 anos, serão avaliados continuamente sobre o cumprimento das metas estabelecidas no plano de ação apresentado. Os professores foram aprovados para a função por meio de processo seletivo. No entanto, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (Sintet) e o Ministério Público Estadual manifestaram preocupação quanto ao processo. O Sintet afirmou, quando o processo seletivo foi anunciado, que ele excluía a participação da comunidade, pois estava previsto que após as etapas de seleção, a lista de candidatos classificados seria encaminhada ao governador com os nomes em ordem alfabética, por unidade de ensino e município. O governador, por sua vez, decidiria qual deles seria nomeado para a função de diretor escolar. "Ao contrário do que o edital propõe, o Sintet luta por eleição direta, genuinamente democrática com participação efetiva da comunidade escolar", disse na época. O MPE chegou a instaurar um inquérito civil público para acompanhar as providências adotadas pelo Governo do Estado quanto ao cumprimento da gestão democrática na educação pública. O órgão afirmou que o procedimento subtraía a "a prévia consulta à comunidade escolar, além de usurpar as prerrogativas do Poder Legislativo na elaboração de Lei Ordinária específica, destinada a normatizar a gestão democrática no âmbito escolar". O edital também violava "as metas e estratégias traçadas sobre o tema nos Planos Nacional e Estadual de Educação", conforme o MPE. Por outro lado, a secretária de Educação Juventude e Esportes, professora Wanessa Zavarese Sechim, disse que a seleção por meio de qualificação técnica e a possibilidade de formação, o monitoramento e avaliação constante dos resultados, são muito importantes no fortalecimento da gestão escolar. "Continuamos buscando a garantia de educação de qualidade para todos tocantinenses nesse governo, passo a passo e dentro de um planejamento pré-estabelecido", afirmou. ETAPAS O certame foi realizado em quatro etapas. A avaliação de competência técnica, por meio de prova objetiva, com caráter eliminatório e classificatório, ocorreu em outubro de 2017. A segunda e terceira etapas consistiram na entrega do plano de gestão dos candidatos e na apresentação de títulos, ambas no início de novembro do mesmo ano. A última etapa foi a entrevista, focada na avaliação do conhecimento do candidato sobre gestão escolar, experiência acadêmica e profissional e argumentação em relação à aplicabilidade do plano de gestão. “Os planos de trabalho traçam metas, objetivos voltados à melhoria do aprendizado dos alunos, por meio de uma gestão compartilhada, democrática, transparente”, contou a secretária de Educação Juventude e Esportes. Segundo ela, os novos diretores colocarão seus planos em ação já no início do ano letivo de 2018 e eles serão monitorados e avaliados pela equipe da educação em todas as suas etapas. VEJA MAIS http://afnoticias.com.br/processo-seletivo-para-diretor-escolar-e-acao-midiatica-da-secretaria-de-educacao-diz-sintet/ http://afnoticias.com.br/mpe-ve-ilegalidades-em-processo-seletivo-para-diretor-escolar-e-instaura-inquerito-contra-seduc/

Comentários (0)

Mais Notícias

De Figueirópolis

Professor do Tocantins vence prêmio nacional com projeto sobre esportes

O objetivo do prêmio é reconhecer o trabalho dos professores que contribuem para a qualidade da educação básica.

Investigação

PF prende médico no Tocantins em operação que investiga corrupção na Saúde

Mandados também estão sendo cumpridos em São Luís (MA), Imperatriz (MA), Parauapebas (PA), Brasília (DF) e Goiânia (GO).

Estado

Bunge Açúcar e Bioenergia abre vagas para jovens engenheiros no Tocantins

As inscrições vão até o dia 9 de novembro.

Nesta quinta, 18

Vagas de emprego para manicure, mecânico, porteiro, zelador e vendedor

As vagas são para todos os níveis de escolaridade e estão distribuídas em nove cidades do Estado.

Fato Inusitado

Prefeito diz que se autonomeou secretário de Saúde 'prezando pela economia'

Wesley Camilo disse ainda que não receberá salário pela nova função.

Problemas de saúde

Ex-governador Siqueira Campos deixa UTI e pode retornar ao Tocantins em 10 dias

Ele está internado em São Paulo para o tratamento de uma pneumonia desde o dia 4.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.