Aviação

Ministro de Portos e Aeroportos promete apoio para ampliar oferta de voos em Palmas e Araguaína

Capital conta apenas com 2 voos diários e a situação em Araguaína é ainda pior.

Por Redação 620
Comentários (0)

24/01/2024 15h40 - Atualizado há 2 meses
Wanderlei Barbosa, o ministro Silvio Costa Filho e o deputado federal Alexandre Guimarães

O governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, reuniu-se com o ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, em Brasília (DF), na noite dessa terça-feira (23), em uma audiência viabilizada pelo deputado federal Alexandre Guimarães para tratar sobre a oferta limitada de voos para os municípios de Palmas e Araguaína disponibilizados pelas companhias aéreas do Brasil.

O objetivo é que as novas iniciativas contribuam para melhorar a conectividade aérea, colaborando para o desenvolvimento econômico e social do Tocantins.

Wanderlei expressou sua determinação em possibilitar, ao Tocantins, uma malha aérea compatível com a localização geográfica que conecta todas as regiões do país, aliado ao potencial econômico e turístico do Estado.

“Estamos empenhados em superar os desafios dos aeroportos para aumentar a oferta de voos, com mais horários e preços mais justos. O ministro Silvio Costa Filho compreende claramente a necessidade de mudar esse cenário. Com o ministério, estamos comprometidos em melhorar a experiência dos passageiros e impulsionar o nosso Estado", destacou o governador.

Na audiência, o ministro comprometeu-se a intermediar a negociação com as empresas aéreas para superar os gargalos que dificultam a ampliação da oferta de voos para o Tocantins. “Esse diálogo, com a presença do governador Wanderlei Barbosa, é essencial para direcionar a atenção necessária às questões aéreas enfrentadas em Palmas e Araguaína, visando a uma resolução eficaz e rápida”, ressaltou o ministro.

Também participaram da reunião o deputado federal Alexandre Guimarães; o secretário Extraordinário de Representação em Brasília, Carlos Manzini Júnior, o secretário de Estado da Fazenda, Júlio Edstron; o comandante-geral da Polícia Militar do Tocantins, coronel Márcio Antônio Barbosa; o subprocurador do Tocantins em Brasília, Frederico Dutra; e o secretário municipal de Captação e Gestão de Recursos, Renato de Assunção.

Aeroportos de Palmas e Araguaína

Atualmente, Palmas conta apenas com dois voos diários operando na cidade, com horários limitados, sendo a maioria durante a madrugada. Essas condições se agravam para os passageiros, considerando os preços elevados das passagens aéreas em uma avaliação do mercado nacional e voos cancelados habitualmente.

A situação em Araguaína é ainda mais crítica, com apenas três voos semanais e com situações de agravamento, como o ocorrido no segundo semestre de 2023, quando o município ficou um período de oito dias sem serviços aéreos. O município é um dos principais polos econômicos do Estado, referência para uma região que abrange cerca de 2,5 milhões de pessoas em um raio de 250 km. Comumente, os passageiros da região norte do Tocantins buscam alternativas em cidades até mesmo em outros estados.

O deputado Alexandre Guimarães ressaltou a importância do apoio do ministério para solucionar o problema. “É fundamental enfrentar os desafios nos aeroportos de Palmas e Araguaína. A população espera melhorias na conectividade aérea, preços acessíveis e maior estabilidade nos voos. A atuação do ministério é fundamental para impulsionar o desenvolvimento regional e garantir uma infraestrutura aérea de qualidade para os tocantinenses”, finalizou o deputado.

Audiência

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.