Perigo!

MPTO abre investigação após lâmina ser encontrada em alimentação no Hospital Geral de Palmas

Promotoria vai requisitar à Vigilância Sanitária Estadual a realização de vistoria.

Por Redação 1.642
Comentários (0)

30/01/2020 16h17 - Atualizado há 9 meses
Lâmina encontrada dentro da torta servida à acompanhante

O Ministério Público do Tocantins (MPTO) instaurou procedimento para apurar eventuais irregularidades no serviço de alimentação oferecido no Hospital Geral de Palmas (HGP) depois que uma lâmina foi encontrada em uma torta servida à acompanhante de uma paciente da ala da oncologia. O fato ocorreu na noite desta quarta-feira (29).

Conforme o MPTO, a situação geral do serviço de alimentação e nutrição no HGP será averiguada pela promotora de Justiça Araína Cesárea D’Alessandro, que atua na área da defesa da saúde em Palmas.

O caso ocorreu com a jovem Débora da Conceição. Ela disse que tomou um susto ao encontrar a lâmina no momento em que mordeu a torta. Por pouco não engoliu o objeto. "Como eu mastigo devar deu para perceber. Não sei se tá contaminada, se está usada, mas aparentemente está usada porque está corroída. Estou com medo porque não sei se está infectada", relatou.

A Secretaria da Saúde disse que uma peça da máquina de cortar legumes se quebrou e ocasionou o incidente, mas já adotou providências no sentido de evitar nova ocorrência. Já o HGP disse que realizou exames preventivos na jovem e nada foi constatado.

REQUISIÇÃO DE INFORMAÇÕES

A Promotoria de Justiça já requisitou à Secretaria Estadual da Saúde (Sesau) informações sobre as vistorias e condições dos equipamentos utilizados na manipulação dos alimentos fornecidos no HGP, bem como a relação dos profissionais responsáveis pelo cardápio e pela gestão e fiscalização do contrato mantido com a Fábrica Nutrição.

À diretoria-geral do HGP, serão requeridas informações sobre a alimentação fornecida aos pacientes e acompanhantes, sobre os valores pagos à empresa terceirizada e sobre o fato da lâmina encontrada na refeição.

O responsável pela empresa Fábrika Nutrição será notificado para prestar informações sobre condições dos equipamentos utilizado na manipulação de alimentos e quadro de pessoal atuante no HGP.

Já a Ouvidoria da unidade hospitalar e o Conselho Estadual de Saúde deverão informar sobre as possíveis queixas que existam, relacionadas ao serviço de alimentação do Hospital Geral de Palmas, registradas no período de janeiro de 2019 a janeiro de 2020.

Também será requisitada à Vigilância Sanitária Estadual a realização de vistoria sobre as condições da cozinha, refeitório e alimentação do HGP.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.