Jogo da Alegria

Organizador de jogo solidário critica perseguição política em Nova Olinda; secretário nega

Evento arrecadou mais de 100 cestas básicas no ano passado.

Por Redação 997
Comentários (0)

27/12/2021 15h15 - Atualizado há 2 anos
Jogo da Alegria é realizado todos os anos

O tradicional jogo solidário da alegria, realizado há cerca de 10 anos na cidade de Nova Olinda (TO), sempre no dia 30 de dezembro, pode não acontecer neste final de 2021 por causa de um impasse entre a organização do evento e a Secretaria Municipal de Esportes.

Segundo Kaká, um dos organizadores, o evento arrecadou mais de 100 cestas básicas no ano passado e todas foram distribuídas para famílias carentes da cidade. O jogo reúne filhos de Nova Olinda que moram em outras cidades e estados. Por isso, é um evento muito aguardado todos os anos.  

Porém, a Secretaria de Esportes informou aos organizadores que, na data do Jogo da Alegria, o  campo de futebol estará sendo usado para um torneio entre setores e não há possibilidade de conciliar os dois eventos no mesmo dia.

Para Kaká, trata-se de uma questão política envolvendo o secretário Lucas Alagoano, que é ex-vereador. "Esse jogo já é tradição na cidade. Entra prefeito e sai prefeito! Ano passado conseguimos mais de 100 cestas básicas e fizemos a doação para famílias carentes. Esse jogo é voltado para quem não mora em Nova Olinda e já programou a viagem para essa data. Então ficaria muito mais fácil remanejar o evento da própria. O secretário propôs o seguinte para um rapaz que está me ajudando na organização: ‘a gente faz o jogo, mas tem que tirar o nome do Kaká e colocar o meu’", contou Kaká.  

O QUE DIZ O SECRETÁRIO?

Procurado, o secretário Lucas Alagoano negou questões políticas e explicou que o campo municipal vai sediar um torneio com vários times no próximo dia 30, mas estará disponível para o jogo solidário em outra data, seja no dia 29 ou 31.

“Isso nunca foi questão política e não sou contra ter o jogo beneficente. Se ele quiser fazer em outra data está disponível. Sempre estive à disposição”, afirmou o secretário.

Cestas básicas conseguidas no ano passado

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.