Tocantins

Prefeito decide pagar somente agora reajuste de 33% concedido aos professores há um ano

Pagamento foi condição para encerramento de greve ocorrida em novembro de 2022.

Por Redação 986
Comentários (0)

01/02/2023 15h51 - Atualizado há 1 ano
Cidade de Arapoema

O prefeito de Arapoema (TO), Paulo Antônio Pedreira, finalmente pagou o reajuste de 33,24% no piso salarial do magistério concedido ainda em janeiro de 2022 pelo governo federal. Um novo reajuste, agora de 14,95%, já entrou em vigor em janeiro de 2023.

O reajuste do piso foi amplamente cobrado pela categoria, inclusive, com uma greve que foi encerrada em 29 de novembro de 2022 após um acordo estabelecer que a gestão municipal pagaria o reajuste de 33,24% na folha de dezembro.

"A categoria foi soberana porque lutou muito, foi gigante nesta batalha, teve paciência, teve resiliência, foram dias de sol e chuva enfrentados durante a greve. O prefeito reconheceu a dívida e pagou o direito dos professores a partir da nossa luta. É uma grande conquista da categoria”, disse Alexandra Machado, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (Sintet) Regional de Colinas.

A prefeitura já foi comunicada pelo sindicato sobre o índice do reajuste do piso de 14,95% a ser pago aos professores referente ao ano de 2023. 

Apenas duas prefeituras no Tocantins confirmaram o pagamento até agora.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.