Secretário busca liberação de recursos para saúde; atrasos nos repasses do Governo somam cerca de R$ 3,3 milhões

Por Redação AF
Comentários (0)

28/08/2014 11h33 - Atualizado há 1 dia
<span style="font-size:14px;"><u>Arnaldo Filho</u><br /> <em>Portal AF Not&iacute;cias</em><br /> <br /> A d&iacute;vida do Governo do Estado com a sa&uacute;de em Aragua&iacute;na&nbsp; (TO) j&aacute; chega a R$ 3,3 milh&otilde;es. O montante faz parte das obriga&ccedil;&otilde;es tripartite (que competem ao Estado, Munic&iacute;pio e Uni&atilde;o) para manuten&ccedil;&atilde;o de servi&ccedil;os como Farm&aacute;cia B&aacute;sica, Samu, UPA e compra de insulina, mas que est&atilde;o atrasados desde o ano passado.<br /> <br /> Segundo informa&ccedil;&otilde;es, o Estado n&atilde;o repassa sua contrapartida para manuten&ccedil;&atilde;o do Servi&ccedil;o de Atendimento M&oacute;vel (SAMU) desde fevereiro de 2014. J&aacute; para manuten&ccedil;&atilde;o da Unidade de Pronto Atendimento h&aacute; d&eacute;bitos referentes a 2013, que totalizam cerca de R$ 2,6 milh&otilde;es. A situa&ccedil;&atilde;o acabou comprometendo o pagamento dos m&eacute;dicos e resultando na suspens&atilde;o parcial do atendimento na UPA do Setor Aragua&iacute;na Sul.<br /> <br /> Na tentativa de encontrar uma solu&ccedil;&atilde;o para o problema, o Secret&aacute;rio Municipal da Fazenda, Alberto Brito, se reuniu nesta quinta-feira (28) com o Secret&aacute;rio de Sa&uacute;de do Estado, Luiz Ant&ocirc;nio, em Palmas (TO). Conforme Alberto Brito, o governo est&aacute; avaliando a possibilidade de repassar R$ 1 milh&atilde;o de imediato. Apesar da d&iacute;vida com o Munic&iacute;pio, o secret&aacute;rio disse reconhece e compreende a dificuldade financeira vivida pelo Governo do Estado.<br /> <br /> <u><strong>D&iacute;vida com a Pr&oacute;-Sa&uacute;de</strong></u><br /> <br /> Conforme a Pr&oacute;-Sa&uacute;de, organiza&ccedil;&atilde;o social respons&aacute;vel pela gest&atilde;o do Hospital Municipal, Ambulat&oacute;rio de Especialidades e Unidade de Pronto Atendimento, o Munic&iacute;pio deve atualmente cerca de R$ 6,9 milh&otilde;es, valores acumulados nos anos de 2012 e 2013<br /> <br /> J&aacute; o secret&aacute;rio da Fazenda, Alberto Brito, disse que &ldquo;n&atilde;o consegue ver nexo nessa d&iacute;vida&rdquo;, j&aacute; que os fornecedores est&atilde;o sendo pagos e restavam apenas os m&eacute;dicos. Segundo ele, o contrato com a Pr&oacute;-Sa&uacute;de se encerra em outubro deste ano, momento em que os valores ser&atilde;o avaliados.</span>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Mais Notícias

Eleições 2018

Candidato do Bolsonaro no Tocantins, Simoni diz estar surpreso com adesões

"Vamos levar propostas para consertar o Tocantins", disse o candidato.

Especialistas comentam

Araras sobrevivem na mira do tráfico de animais silvestres no Tocantins

A trajetória de tratamento da espécie se estende por diferentes períodos, conforme as condições de saúde.

Redes Sociais

TSE manda Twitter fornecer dados de perfis que festejaram ataque a Bolsonaro

Twitter deverá entregar dados de 16 perfis que incentivaram agressões a Bolsonaro

Eleições 2018

Ciro compara Bolsonaro a Hitler: 'um fascista que vai descambar pra violência'

A mesma comparação tem sido feita em diversas reuniões políticas.

Veja a tabela

200 vagas de emprego para Palmas, Araguaína e mais sete cidades do Tocantins

As oportunidades desta terça-feira (25) são para nove cidades do Estado.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.