Após 5 anos

Sem acordo com governo, clínica de radioterapia deixa de atender pacientes do SUS em Palmas

Clínica disse que vem buscando um acordo com a Secretaria da Saúde há cerca de um ano.

Por Redação 842
Comentários (0)

12/09/2022 14h28 - Atualizado há 1 ano
Mais de 3.500 pacientes já foram tratados na clínica em cinco anos de serviço prestado ao SUS

Por falta de acordo com a Secretaria de Saúde do Estado do Tocantins (SES), a prestação de serviço de tratamento oncológico com radioterapia a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) será interrompida em Palmas pela clínica de Radioterapia Irradiar. A informação foi enviada à imprensa nesta segunda-feira (12) pela própria empresa.

Atualmente esse serviço é prestado por meio de um convênio entre o Governo do Tocantins e a clínica, que é a única do estado a possuir o Acelerador Linear, equipamento utilizado nos tratamentos radioterápicos de pessoas com câncer.

O convênio que permite a prestação desse importante serviço de saúde pública está se encerrando devido ao fim do saldo orçamentário a ele destinado.

A Radioterapia Irradiar informou que, há cerca de um ano, vem buscando junto à SES um acordo para o reequilíbrio econômico, porém não obteve respostas aos vários ofícios encaminhados, o que tem impossibilitado que novos atendimentos sejam realizados.

Conforme a clínica, mais de 3.500 pacientes já foram tratados em cinco anos de serviço prestado ao SUS, com um acelerador que está entre os mais modernos do país e técnicas que maximizam os resultados com menores impactos à saúde.

A clínica disse esperar que a situação se resolva diligentemente e se colocou à disposição para quaisquer esclarecimentos.

O QUE DIZ O GOVERNO?

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO) informa que os serviços de radioterapia prestados pela Clínica Irradiar não foram interrompidos aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

A Saúde disse que foi realizada uma reunião, na tarde desta segunda-feira, e ficou acertada entre as partes a continuidade dos atendimentos, garantindo assim que nenhum paciente interrompa o tratamento, ato essencial para a sua qualidade de vida. 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.