Reforma da Previdência

Sindicatos da segurança pública aprovam indicativo de paralisação por direitos iguais no Tocantins

"Devemos lutar por tratamento isonômico entre as forças de segurança, a exemplo da PM".

Por Redação 948
Comentários (0)

28/04/2023 09h21 - Atualizado há 1 ano
Assembleia conjunta das classes da segurança pública do Tocantins.

Os sindicatos que representam as classes da segurança pública no Tocantins realizaram na tarde desta quinta-feira (27/04), uma assembleia conjunta para deliberarem sobre o plano de ação contra a reforma da previdência. Participaram da assembleia o sindicato dos Policiais Penais (SINDIPPEN-TO), das polícia Penal e Civil, além de Agentes de Segurança Socioeducativo.

Na oportunidade, o presidente do Sindippen, Wilton Angelis, conclamou a união das classes, pois o texto a ser aprovado não pode trazer prejuízos para os policiais. "Não dá pra se acovardar, devemos lutar por um tratamento isonômico entre as forças de segurança, a exemplo da Polícia Militar. Estamos numa luta conjunta e devemos permanecer unidos. É a única chance das forças policiais serem tratadas de forma igual. Devemos ir à luta", frisou o presidente.

Conforme os sindicatos, foi uma assembleia histórica com a participação das categorias de segurança pública não militares dentro de um mesmo espaço e lutando pelo mesmo objetivo.

A Assembleia aprovou, por unanimidade, o Plano de Ação com as seguintes pautas:

1. As Assembleias convocadas por todas as entidades ficam abertas para convocação urgente;

2. As mobilizações deverão ser realizadas em conjunto, a qualquer momento, conforme convocação das entidades para atender os anseios das categorias em lutar pela manutenção da proposta apresentada ao Governo do Estado do Tocantins;

3. Foi aprovado estado de alerta e indicativo de paralisação de todas as categorias, a ser convocada em conjunto caso não haja  a recepção da proposta conjunta.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.