Esporte

Três presidentes do Palmas Futebol e Regatas morreram de forma trágica na sua história

O clube perdeu quatro jogadores, além do presidente.

Por Redação 4.179
Comentários (0)

25/01/2021 10h00 - Atualizado há 1 mês
Arnaud Rodrigues, Alexandre Alves e Lucas Meira (da esq/dir)

Fundando em 1997, o Palmas Futebol e Regatas completará 24 anos de história no próximo dia 31 de janeiro, e neste período, infelizmente, três presidentes morreram de morte trágica: Arnaud Rodrigues (2010), Alexandre Alves (2016) e agora Lucas Meira (2021).

As informações foram levantadas pelo jornalista esportivo Reinaldo Cisterna, do site Alô Esporte.

ARNAUD RODRIGUES

O primeiro presidente que morreu tragicamente no comando do Palmas foi Antônio Arnaud Rodrigues, que era conhecido como ator, compositor e humorista que durante muitos anos trabalhou com Chico Anísio. Seu último trabalho na televisão foi na Praça É Nossa do SBT. Com 67 anos, Arnaud Rodrigues foi vítima de um acidente náutico no lago da Usina de Lajedo, em Palmas.

O artista nascido em Serra Talhada (PE) em 1942 estava em uma embarcação com 11 pessoas que virou em um lago na altura do km 26 da rodovia TO-010

Na época, Arnaud Rodrigues buscava estruturar o clube e havia recebido uma grande área do Governo Estadual para a construção de um Centro de Treinamentos e, constantemente, levava ex-jogadores conhecidos para motivar o futebol local, como Paulo César Caju, campeão do mundo em 1970.

ALEXANDRE ALVES

Já no ano de 2016, o clube sofreu um novo baque. O empresário e presidente do Palmas Futebol e Regatas, Alexandre de Paula Alves, foi encontrado morto, no píer da Praia da Graciosa. Ele morreu afogado no Lago de Palmas. Segundo uma equipe do corpo de bombeiros, a informação era de que Alves iria atracar a lancha. No momento em que esperavam o trator com o reboque, todos os passageiros teriam ido para a frente da embarcação enquanto Alves teria ido para trás. Instantes depois, os tripulantes ouviram um barulho na água e ao procurarem viram que tinha sumido e acionaram os bombeiros.

Alexandre Alves foi achado sem vida cerca de 30 minutos depois em um local com dois metros de profundidade.

LUCAS MEIRA

Na manhã deste domingo (24), o presidente Lucas Meira também morreu tragicamente por uma fatalidade da vida. Parte da delegação do Palmas partiu da Capital para Goiânia a bordo de um avião de pequeno porte que caiu logo após a decolagem.

Além do presidente, estavam na aeronave os jogadores Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, além do piloto Wagner.

Meira assumiu o Tricolor da Capital no dia em que o Palmas completou 20 anos dia 31 de janeiro de 2017. De lá para cá o time já conquistou os títulos de 2018/2019 do Campeonato Tocantinense Profissional e caminha para um terceiro título estadual consecutivo, já que sua equipe se encontra na semifinal e com vantagem sobre o adversário o Araguacema. Além de desportista nato, Lucas Meira era sócio presidente da Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração (Renapsi), que presta serviços à Prefeitura de Palmas com o Programa Jovem Aprendiz. Lucas Meira era natural de Goiânia, mas morava em Palmas desde 2007.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.