Mães Reais

Com filho autista, mãe conta que aprendeu o verdadeiro sentindo da dedicação ao outro

Com o diagnóstico de autismo do filho, novos desafios apareceram para a mãe.

Por Redação 530
Comentários (0)

03/05/2022 10h17 - Atualizado há 1 mês
Janep Oliveira compartilhou a experiência com a chegada do João Bento

A segunda personagem da série “Mães reais” é a educadora física e empreendedora Janep Oliveira, de 40 anos, mãe do pequeno João Bento, de 3 anosA série mostra histórias de mulheres araguainenses que vivenciam a maternidade em meio aos preconceitos, desafios na gestão do tempo e o autocuidado. 

Para Janep a maternidade trouxe uma nova forma de enxergar a vida, além da mudança na rotina, com o diagnóstico de autismo do filho, novos desafios apareceram.

Ter um filho sempre esteve nos planos da Janep e do esposo Wemerson. Eles decidiram que o primeiro filho viria após um planejamento pessoal e profissional do casal, o que ocorreu em 2018, quando celebraram os 10 anos de casados. “João Bento foi muito esperado, o nosso presente de uma década de casados. Me tornar mãe me encheu de uma felicidade sem explicação, mas essa novidade chegou também com os muitos desafios da maternidade, o maior deles foi o da doação de si pelo outros, em quase todos os sentidos”.

Mudança na rotina

Janep sempre teve uma rotina agitada de trabalho e dividia o tempo entre as aulas na rede pública de ensino, atividades como empresária na academia de musculação, vida social e os cuidados pessoais. “A rotina de mãe deixou minha vida de cabeça pra baixo, não foi fácil nos primeiros meses, viver dedicada de forma quase exclusiva a um ser que acabou de chegar ao mundo. Eu desacelerei a vida, reduzi horários de trabalho, abri mão de algumas atividades, com isso uma mistura de sentimentos bons e não tão bons assim, mas foi com a maternidade que aprendi o que é doação, dedicação ao outro”.

Entre as experiências vividas nessa  fase, Janep recorda dos comentários de colegas que buscava para ter apoio em momentos de tristeza ou desespero. “Uma vez ouvi de uma pessoa ao desabafar pra ela sobre o cansaço que sentia, tristeza, alterações hormonais, que tudo que eu estava vivendo era consequência da minha escolha. Não era bem o que uma mãe em pós-parto gostaria de ouvir”.

Autismo

Somado à nova rotina e experiências, ao completar dois anos, João Bento recebeu o diagnóstico de autismo e com a descoberta uma nova reviravolta na vida da educadora física. “Não estava preparada para uma surpresa como essa, perdemos o chão, porém abracei essa missão com amor, determinação e a doação da minha vida e tempo para meu filho, aumentou. Hoje, o João Bento ganhou mais prioridade no meu dia a dia, afinal foquei no tratamento do meu filho”.

Ajudando outras mães

A rotina pessoal e da casa foi alterada, passando a ter horários e dias das terapias e vários outros acompanhamentos. Dedicada, amorosa e fiel à missão recebida, Janep buscou conhecer mais sobre o autismo e com isso também contribuir com outras mães com a mesma realidade.

“Procuro sempre ver o que Deus tem a nos ensinar com tudo que nos acontece, escolhi amar ainda mais o meu filho e a missão de ser mãe e com isso levar um pouco das minhas experiências para outras mães que vivem a minha realidade. Afinal, a maternidade me tornou uma pessoa muito melhor do que eu era e é isso que desejo as mães reais por aí”.

João Bento em umas das terapias do tratamento do autismo.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.