Vote!

Débora Almeida, outra chef tocantinense a concorrer ao 'Oscar' da gastronomia brasileira

Anúncio do Prêmio Dolmã 2022 será no dia 12 de agosto.

Por Redação
Comentários (0)

02/08/2022 10h15 - Atualizado há 1 semana
Chef Débora Almeida está concorrendo ao Prêmio Dolmã 2022

A chef de cozinha tocantinense Débora Almeida está dentre os indicados para concorrer ao Oscar da Gastronomia, o Prêmio Dolmã, que anunciará os vencedores em solenidade que será no dia 12 de agosto, na cidade de Macapá (AP). 

Ela concorre na categoria estadual, classificou-se em primeiro lugar como finalista e a votação online pode ser feita através do site do concurso (vote aqui), até 11 de agosto.

Atualmente com 30 anos de idade, Débora nasceu em Tocantinópolis e atualmente reside em Palmas. É graduanda do curso de gastronomia e já trabalhou em restaurantes da cidade, bem como em buffets e eventos relacionados à gastronomia, mais especificamente à gastronomia que valoriza produtos tocantinenses e brasileiros.

Foi vencedora do Festival Gastronômico de Taquaruçu nos últimos quatro anos na categoria Prato Salgado. Foi classificada em primeiro lugar como finalista do Prêmio Dolmã 2022 ao apresentar o prato “Pôr do sol”, uma posta de pirarucu com purê de abóbora da terra, farinha de beiju e creme azedo. 

É um prato que, assim como o nosso pôr do sol, leva autenticidade. São ingredientes que tornam ele único e regional, unindo o doce, salgado, amargo e o azedo de uma maneira delicada”, destaca a chef.

VEJA TAMBÉM

CONCURSO

Como pré-seleção ao Dolmã, o concurso gastronômico Enchefs Tocantins 2022 aconteceu no mês de maio, no Senac Tocantins, recebendo um total de 10 inscrições. 

O tema do evento neste ano é “Sabores e Saberes” e a proposta é de mobilizar os chefs de cozinha/cozinheiros e os profissionais da coquetelaria a valorizarem as suas atividades, através de uma titularidade de reconhecimento estadual. 

A proposta é também de mobilizar todos os profissionais, através do uso de insumos típicos regionais, a valorizar a história, a cultura, o turismo e a economia local, tendo como elo a gastronomia.

A titularidade de Chef Embaixador é vitalícia e representa a evolução do status da profissão de cozinheiro que passa a ter representação no estado, como também tem a responsabilidade de influenciar e motivar diretamente outros profissionais a se tornarem e verem como agentes de cultura, turismo e desenvolvimento econômico.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.