Empreendedoras

Donas do próprio negócio: Conheça mulheres que empreenderam com garra em Araguaína

A motivação para empreender vai desde o sonho de ter o próprio negócio à necessidade de sobreviver ao desemprego.

Por Gláucia Peixoto 4.179
Comentários (0)

05/06/2019 09h08 - Atualizado há 3 semanas
Elas abriram o próprio negócio e não se arrependem!

Mulher sempre foi sinônimo de criatividade e obstinação e isso reflete no cenário atual do empreendedorismo feminino no Brasil.

Segundo dados do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), as mulheres já representam mais de 8 milhões no ramo dos empreendedores. No Tocantins, a força feminina para os negócios é enorme e tem expectativa de crescimento estimada em mais de 15% em 2019.

Os motivos que levam as mulheres a empreender são os mais diversos, indo desde o sonho de montar o próprio negócio à necessidade de inovar para sobreviver ao desemprego ou a tempos de crise financeira.

Para a empreendedora Eva Cintia, abrir uma empresa foi fruto de um antigo sonho aliado à nova realidade chegada com o nascimento das gêmeas Giovana e Juliana, que trouxeram novas necessidades de horários para a família e para a mãe.

Eva apostou no ramo de floricultura, fez capacitação profissional e estudou muito o mercado antes de abrir seu empreendimento em Araguaína (TO).

A empresária, que antes era vendedora em uma loja de confecções da cidade, deu um grande passo em sua carreira profissional ao se tornar dona do próprio negócio. Ela afirma que colocar seu projeto em prática não foi fácil, mas está confiante e aposta em datas comemorativas, como o Dia dos Namorados, para aumentar o faturamento.

Já as irmãs Silvana e Silvia Stocco empreenderam no ramo da moda, que, junto com a beleza, constituem a maior aposta das mulheres empreendedoras no Brasil. As irmãs começaram há alguns anos vendendo as peças em casa mesmo, mas hoje elas possuem uma conceituada loja de confecções na principal avenida comercial de Araguaína.

Silvana afirma que o crescimento foi difícil, já que o mercado é bastante competitivo e o retorno financeiro nem sempre é fácil. Por isso, o sucesso só veio com o trabalho árduo e persistência, além de total dedicação às suas clientes, atendimento personalizado e foco em ramos específicos, como a moda praia e moda fitness.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.