Gesto de amor

Família e amigos têm atitude inesperada e surpreendem jovem com câncer de mama em Araguaína

Layla tem apenas 20 anos de idade e está com câncer de mama.

Por Gláucia Peixoto 6.919
Comentários (0)

24/07/2019 11h14 - Atualizado há 4 anos
Layla Fernanda

Uma imagem que viralizou recentemente nas redes sociais em Araguaína mostra várias mulheres com parte do cabelo cortado nas mãos e homens com a cabeça raspada.

Não se trata de uma nova tendência, mas de uma ação de generosidade e amor entre familiares e amigos da jovem Layla Fernanda, de apenas 20 anos, que foi diagnosticada com câncer de mama já em fase avançada.

A jovem disse que passou a sentir dores no seio logo que começou a amamentar e percebeu algo semelhante a uma pequena pedra na mama.

Algumas pessoas chegaram a suspeitar de leite materno petrificado, mas as dores aumentaram rapidamente e a jovem procurou auxílio de uma médica ginecologista.

A ultrassonografia e também uma biopsia deram resultado inconclusivo e a profissional afirmou que as dores se tratavam mesmo de leite petrificado. Contudo, Layla continuou a sentir fortes dores e a tal pedrinha já aparentava ter crescido.

Preocupada, Layla decidiu procurar um mastologista, que afirmou tratar-se de um nódulo já durante a ultrassonografia. O câncer de mama foi diagnosticado com a realização de nova biopsia. O tipo de câncer de Layla é grave, porém é tratável e com boas chances de cura.

Layla conta que levou um tremendo susto com o diagnóstico. “Eu levei um baque na hora, mas agora estou no tratamento, estou fortalecida na família”, comentou.

Ela também disse que iniciou o tratamento naquela mesma semana e também já fez a primeira sessão de quimioterapia, que tem entre os efeitos colaterais a queda dos cabelos e intensa indisposição física.

Especialistas apontam que o apoio da família nessa fase do tratamento é fundamental. “Esse tratamento é 50% família e 50% remédio e, por isso, esse gesto é tão importante” disse Layla referindo-se à imagem que viralizou.

Os cabelos e o amor

Layla já esperava muito apoio da família, mas ficou surpresa com o gesto de amor. Primeiro algumas tias, primas e a irmã cortaram o cabelo, depois outras pessoas próximas fizeram o mesmo. Até colegas de trabalho também aderiram à causa.

“O objetivo dos cortes é doar as sobras para confecção de perucas e principalmente mostrar para Layla o quanto ela é amada, além de dar forças para que ela possa seguir no tratamento e ficar curada”, afirmou Eva Cintia, prima de Layla.

Layla, familiares e amigos

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.