Superação

Filha de lavradores, jovem obtém 960 pontos no Enem e conquista vaga na universidade

Hélida Cordeiro Rodrigues disse que sempre sonhou entrar numa universidade.

Por Raimunda Costa 9.289
Comentários (0)

02/02/2019 19h28 - Atualizado há 3 meses
Jovem que saiu da zona rural vai cursar economia na UFT

17 anos! Idade dos sonhos, palpitações e fantasias! Idade que muitas vezes deixa para depois as oportunidades que aparecem, acreditando que elas sempre retornam.

A jovem estudante Hélida Cordeiro Rodrigues, de 17 anos, sim, também faz parte dessa amostragem dos arroubos, mas afirma que não desperdiça as oportunidades que surgem, pois sabe que elas dificilmente não retornam na vida.

Com muito orgulho nas palavras, ela contou que é de origem humilde, que os pais, Adelino Moraes e Ercina Cordeiro, são lavradores e moram na fazenda Sobradinho, a 30 km de Goiatin, e que tem quatro irmãos.

"Eu iniciei meus estudos em uma escola simples e sem aparatos tecnológicos, na zona rural.  Mudei para a cidade de Goiatins aos 10 anos. Não tínhamos casa própria, devido a isso, morava de favor na casa de parentes, ajudava nos afazeres domésticos e estudei sempre em escolas públicas”, contou.

A estudante contou que em 2018 deixou Goiatins e foi tentar a vida em Palmas, onde planejava trabalhar como empregada doméstica.

“Eu precisava trabalhar para custear o meu sonho de estudar e me formar. Mas o serviço não apareceu, então resolvi fazer minhas malas e retornar para minha cidade natal (Goiatins). Mas, antes que enterrasse meu sonho, conheci uma família na Igreja Assembleia de Deus Congregação Príncipe da Paz que se dispôs a me ajudar e incentivar nos estudos”, contou.

Em abril daquele ano, a oportunidade bateu à sua porta e ela foi acolhida por essa família na Capital. “Quando criança tinha o sonho de um dia ver meu nome como aprovada em uma universidade. Ao ter a oportunidade de estudar, não desperdicei e agarrei como se fosse o próprio ar que respiro”, revelou a estudante.

Ela contou que não mediu esforços e se debruçou sobre os livros. “Com seis meses de preparação intensa, estudando sozinha, em casa e em uma biblioteca, pude colher o resultado tão sonhado”, enfatizou.

Hélida contou que durante esse tempo não houve um dia sequer que não tenha se preparado para enfrentar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

“Valeu o meu esforço.  Obtive boa média no Exame, inclusive 960 pontos na redação. Dentre as opções de cursos poderia ter escolhido qualquer um:  Engenharia, Direito e até Medicina, mas optei por Ciências Econômicas por gostar dessa área. Serei eternamente grata a essa família que conheci na Igreja Assembleia de Deus e que apostou em mim”, contou a futura acadêmica lembrando que fará o curso na Universidade Federal do Tocantins (UFT).

Cheio de orgulho

Cheio de orgulho, o professor de matemática, Almecides Carvalho, lembrou que teve oportunidade de lecionar para Hélida já no final do ensino médio, na cidade de Goiatins.

“Antes da vinda dela para Goiatins eu já havia acompanhado virtualmente sua rotina de estudos, pois, além de professor, sou amigo pessoal dela. Via sua determinação para ter êxito no Enem. Dei algumas orientações e sugestões de material e a incentivei bastante”, lembrou.

Almecides contou que a ex-aluna é apaixonada pelos livros. “No curto período em que ministrei aulas de matemática para ela, vi que era apaixonada pelos livros, porém sem deixar de lado as disciplinas nas quais tinha dificuldade”, disse.

Ele faz questão de afirmar que é fã de Hélida. “Sempre admirei sua postura enquanto aluna, pois é uma junção de humildade, inteligência, determinação e superação”, garantiu.

O professor disse que torce para que Hélida seja exemplo para outros jovens. “Essa nota no Enem/2018 é apenas o resultado de sua garra e determinação. E que sirva de motivação e inspiração para nossos estudantes de baixa renda, que é possível, sim, vencer na vida através dos estudos”, lembrou.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.