Curiosidade

Pessoas com HIV podem fazer sexo? Especialista responde e tira algumas dúvidas frequentes

Pessoas com HIV podem fazer sexo e devem buscar o tratamento para conseguir chegar à carga viral indetectável.

Por Márcia Costa 964
Comentários (0)

08/11/2019 10h55 - Atualizado há 1 semana
//

O HIV, sigla em inglês do vírus da imunodeficiência humana, é uma infecção sexualmente transmissíveis ainda sem cura. No entanto, quando feito de forma correta, o tratamento pode reduzir significativamente a progressão da doença. Ainda há muitas dúvidas sobre o tema e uma pergunta é: as pessoas com HIV podem fazer sexo? 

Desde que o preservativo seja usado, seja na penetração ou no sexo oral, pessoas com HIV podem fazer sexo.

O site Delas.ig conversou com Robinson Fernandes de Camargo, coordenador de assistência do Programa Municipal de DST/Aids de São Paulo que respondeu algumas dúvidas.

Pessoas com HIV podem fazer sexo? Quais os riscos de transmissão?

Pessoas com HIV podem fazer sexo e o risco de transmissão do vírus varia conforme o estágio do tratamento. De acordo com o especialista, desde que o preservativo seja utilizado, tanto na penetração quanto no sexo oral, os portadores do vírus podem manter relações sexuais com seus parceiros. 

Robinson explica que o risco de transmissão pode variar conforme o estágio de tratamento em que a pessoa se encontra.

“Quando a pessoa vive com HIV e não sabe, pode ser que quantidade de vírus no corpo seja alta, o que aumenta as chances de infecção”, explica. Por isso, fazer o teste é fundamental para que o tratamento seja iniciado o quanto antes e a carga viral se torne indetectável (quando a quantidade de vírus no corpo é tão baixa que o exame não consegue mais contabilizar).  

“Se a pessoa vivendo com HIV estiver em tratamento e chegar à carga viral indetectável por pelo menos seis meses, ela se torna intransmissível. É o que a gente chama de I=I (Indetectável=Intransmissível)”, completa. Ou seja, não há risco de transmissão e o sexo é seguro.

Proteção além da camisinha

O uso de camisinha durante a relação sexual é o suficiente para garantir a segurança do parceiro? “Do ponto de visto técnico, sim, desde que seja utilizada de forma correta”, afirma Robinson Fernandes.

Mas há também a chamada "prevenção combinada". Ela consiste em uma espécie de “cardápio”, onde várias formas de prevenção são combinadas e escolhidas com o auxílio de um profissional da saúde de acordo com as especificidades de cada pessoa. Geralmente ela é feita junto com a camisinha. 

Robinson Fernandes lembra que parte dessas novas tecnologias do HIV fazem a prevenção apenas ao vírus causador da Aids, ou seja, ainda é preciso se preocupar e prevenir outras ISTs. “É por isso que o uso da camisinha é sempre recomendado”, completa.

Tratamento para o HIV

Pessoas com HIV podem fazer sexo e devem buscar o tratamento para conseguir chegar à carga viral indetectável.

De acordo com Robinson, o tratamento para o vírus é chamado de antirretroviral e consiste no uso conjunto diário de três medicamentos. Existem diferentes formas de combinação entre os remédios, que variam de caso para caso.

“De maneira geral, os pacientes que conseguiram chegar à carga viral indetectável não possuem efeitos colaterais e não precisaram interromper o tratamento, eles podem manter a mesma combinação”, finaliza.

Fonte: Delas - iG 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.