Premiada

Professora de Araguaína conquista o 1º lugar no Prêmio Educador Transformador do Tocantins

Ela venceu com o projeto “Aves do Nosso Quintal”, desenvolvido no CEI Santa Clara.

Por Redação 2.179
Comentários (0)

04/04/2024 08h37 - Atualizado há 2 meses
A iniciativa da professora Gercivane Barbosa contemplou as interpretações, criatividade e vivências dos alunos

Notícias do Tocantins –Araguaína conquistou o 1º lugar na categoria Educação Infantil do Prêmio de Educador Transformador 2024 no Estado do Tocantins com o projeto “Aves do Nosso Quintal”. A iniciativa envolveu crianças na faixa etária de quatro anos e teve o objetivo de ampliar o conhecimento desses estudantes em relação aos seres vivos e a natureza.

O projeto nasceu da curiosidade dos alunos, que viam as aves fazerem ninhos na escola e sobrevoarem o pátio do CEI (Centro Educacional Infantil) Santa Clara, no Setor Céu Azul. A atividade foi criada pela professora Gercivane Barbosa, no segundo semestre de 2022, quando lecionava para as crianças do 1º período.

“É importante essa observação cotidiana que o professor tem em sala de aula, perceber as necessidades dos estudantes, pois o ‘Aves do Nosso ‘Quintal’ surgiu do interesse das crianças”, disse a educadora.

Foram pesquisadas 15 aves da região, dentre elas a anhuma, arara canindé, coruja buraqueira, papagaio, beija-flor, entre outras. “Era um estudo local sobre os pássaros que habitavam aqui no quintal da escola e a gente decidiu ampliar os estudos para as aves do nosso cerrado, quando as crianças foram trazendo outros questionamentos”, explicou a educadora.

Resultado coletivo

Durante o desenvolvimento do “Aves do Nosso Quintal”, as interpretações, criatividade e vivências dos alunos foram elementos fundamentais usados na produção de um catálogo físico e virtual de 41 páginas.

O material trouxe as diferentes linguagens usadas pelas crianças, sendo composto por registros orais e desenhos sobre as aves pesquisadas utilizando materiais orgânicos, como folhas, galhos e vegetais, além de informações escritas sobre esses seres vivos.

No catálogo, as mais de 30 crianças envolvidas nas etapas foram nomeadas como “pequenos pesquisadores”. “Desde o início do projeto, elas foram as protagonistas. Durante todo esse processo, eu fui uma mediadora desse conhecimento, mas o resultado foi construído de forma coletiva, em grupo”, contou Gercivane.

Ensino humanizado

Mais de 400 crianças estão matriculadas no CEI Santa Clara, que atende desde o berçário integral (a partir de seis meses) a turmas do 1º ano da Educação Infantil (até cinco anos de idade). A diretora Fabiana Lima ressalta a contribuição da escola por meio de um ensino humanizado para o desenvolvimento saudável da infância.

“A criança é como se fosse a construção de uma casa, nós não começamos do telhado, e sim da base, e tudo o que elas aprendem aqui, levam para casa. Esse projeto é um dos que marcam e as crianças nunca esquecem. É algo muito rico e bonito de se ver. Eu só tenho a agradecer a Gercivane e as famílias também que confiaram no trabalho da gente”, compartilhou Fabiana.

A premiação

Em sua 2ª Edição, o Prêmio Educador Transformador buscou reconhecer projetos inovadores de professores brasileiros que tenham sido implementados com alunos de diferentes etapas e modalidades de ensino, em instituições de ensino públicas ou privadas do país.

A premiação foi aberta aos projetos educacionais desenvolvidos entre 2021 e 2023, nas categorias Educação Infantil, Ensino Fundamental, Médio Regular, Educação Profissional, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Educação Superior. Na categoria Educação Infantil, Araguaína foi selecionada em 1º lugar; o CEI O Pelicano, de Dianópolis, conquistou a segunda colocação; e o CEI João e Maria, de Palmas, obteve o 3º lugar.

“Ficar em primeiro lugar no estado foi uma surpresa muito agradável e eu fiquei muito feliz em poder ver que esse projeto também terá uma visibilidade para outros municípios do estado do Tocantins e quem sabe do Brasil, inspirando novas práticas de educação”, finalizou a professora Gercivane Barbosa.

Conheça o projeto

O catálogo do projeto “Aves do Nosso Quintal” está disponível para toda a rede de Educação e pode ser acessado por meio do link https://bit.ly/43yOgKk. O material finaliza com o questionamento da aluna Maria Vitória Ferreira, de quatro anos. “Como passarinhos tão pequenos fazem ninhos tão grandes?”

No catálogo, as mais de 30 crianças envolvidas nas etapas foram nomeadas como pequenos pesquisadores
Essa é a página 37 do catálogo Aves do Nosso Quintal
Prêmio Educador Transformador busca reconhecer projetos inovadores de professores brasileiros

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.