Palmas

Capim Dourado Shopping simula atentado à bomba e evacuação de emergência

Por Redação AF
Comentários (0)

20/01/2018 11h06 - Atualizado há 1 semana
Explosão e fumaça dentro do Capim Dourado Shopping. O cenário era de desastre, mas fazia parte de uma simulação de evacuação. A ação, que reuniu profissionais de resgate, durou cerca de 40 minutos e contou com a participação do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar, juntamente com a Companhia Independe de Operações Especiais, Samu, Policia Federal e Polícia Rodoviária Federal, além de helicóptero da Polícia Militar. Pontualmente, às 08h30, o alarme de emergência tocou e todos que estavam na área da entrada principal tiverem que deixar o local, conforme orientações repassadas, para que a operação tivesse início como se tudo fosse real. A Brigada de Combate a Incêndio e Salvamento do shopping tomou as primeiras providências, a equipe de operações e segurança cuidou da retirada de todas as pessoas e o Corpo de Bombeiros foi acionado. A dinâmica do exercício foi uma representação de um atentado à bomba com vítimas e dispersão dos funcionários, pessoas supostamente feridas, simulação de situações que podem ocorrer em qualquer lugar com aglomeração de pessoas. Para o Capitão do Corpo de Bombeiros, subcomandante do 1º batalhão em Palmas, Danúbio, “a simulação permite a equipe conhecer o local e se preparar da melhor maneira para esse tipo de ocorrência, avaliando e analisando aonde existiram falhas para que, em caso real, possamos estar preparados e evitar danos, preservando a vida das vítimas”, pontuou o Capitão. A ação teve uma abordagem didática, acompanhada por toda equipe de emergência do shopping. Na evacuação do local não foi utilizado nenhum armamento ou equipamento que pudesse causar qualquer tipo de acidente ou danos às pessoas ou às instalações. Segundo o gerente de operações do Shopping, Ismail Gonçalves, a iniciativa de evacuação de emergência tem como objetivo avaliar a habilidade dos profissionais da linha de frente no manuseio dos equipamentos e na correta aplicação das técnicas de salvamento e combate a incêndio, assim como orientar os funcionários do shopping quanto à evacuação de emergência. “Tudo foi planejado e organizado para que o simulado se aproximasse ao máximo da realidade. A simulação é uma ferramenta importante para treinar lojistas e funcionários para uma eventual necessidade real de abandono do empreendimento, o que garante mais segurança para nossos clientes e colaboradores”, comentou o gerente.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.