Estudantes

Equipe do norte do Tocantins é premiada com ouro em Jornada de Foguetes no Rio de Janeiro

Medalha de ouro na modalidade de lançamentos de foguetes à base de garrafas pet.

Por Redação
Comentários (0)

12/08/2023 09h11 - Atualizado há 9 meses
Estudantes do CEM Darcy Marinho premiados na 40ª Jornada de Foguetes

Os estudantes Edney Santos de Carvalho, Cauã Gabriel Sousa Borges e Henrique de Sousa Pereira, do Centro de Ensino Médio Darcy Marinho, de Tocantinópolis, conquistaram a medalha de ouro na 40ª Jornada de Foguetes, na modalidade de lançamentos de foguetes à base de garrafas pet.

A premiação ocorreu em Barra do Piraí (RJ), entre os dias 07 e 10 de agosto. Além da medalha de ouro e troféu, a equipe também recebeu certificados, um telescópio e um livro.

Os alunos do Tocantins e o professor responsável pelo projeto, Jonas Gomes da Silva, foram os únicos representantes da região Norte do País e ficaram entre os 10 melhores grupos na mostra. O grupo foi convidado a participar da Jornada por ter conseguido excelentes alcances nos lançamentos dos seus foguetes. Os estudantes tocantinenses conseguiram lançar acima de 200 metros.

A Jornada de Foguete é uma culminância da Mostra Brasileira de Foguetes que acontece em todo País. Em 2023, este evento reuniu equipes do nível 4 (Ensino Médio), que lançaram o mais distante possível seus foguetes em suas escolas.

Para o estudante Henrique de Sousa Pereira, 16 anos, participar da Mostra Brasileira de Foguetes e, consequentemente, da Jornada de Foguetes, é uma grande experiência para jovens que buscam interesses em ciências, astronáutica, astronomia, física e afins.  “Representar a rede pública de ensino e, principalmente, o nosso estado como um todo, por sermos a única equipe da região Norte no evento, é super gratificante. O troféu que eu levo significa uma missão cumprida”, frisou.

O professor responsável pelo projeto, Jonas Gomes da Silva, destacou a importância da participação dos estudantes como incentivo e inspiração na comunidade escolar. “O objetivo do evento é justamente a introdução dos estudantes no mundo da astronomia, do lançamento de foguetes. Retornar para casa, levando a premiação de primeiro lugar é uma forma de motivação para os estudos e o despertar para conhecer mais sobre essa área. Também é um incentivo para que nos próximos anos mais alunos se envolvam com o projeto", pontuou.

Equipe foi premiada no Rio de Janeiro

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.