Outra vocação

Filho de cinco anos de Wesley Safadão cria canal na internet e já conta com 9,4 mil inscritos

Por Agnaldo Araujo
Comentários (0)

11/07/2016 11h47 - Atualizado há 1 mês
Se Wesley Safadão faz sucesso cantando, o seu filho, Yhudy Lima, de 5 anos, já demonstra vocação para arrastar uma legião de fãs, mas o seu palco é a internet. O menino, fruto do primeiro casamento do cantor, com Mileide Mihaile, recém-separada de um empresário, virou youtuber. Nos vídeos, um detalhe chama a atenção: ele tem a voz muito parecida com a do pai famoso. Os internautas repararam a semelhança. "A voz do pai dele", escreveu um internauta. "O jeito e a voz do pai", disse outro. "A voz do pai", comentou mais um. O canal de Yhudy já conta com 9,4 mil inscritos. A estreia de Yhudy na internet ocorreu no dia primeiro de julho, pouco depois de participar de uma festa junina na casa do pai. O que se vê no canal do menino é um show de espontaneidade, já que ele não gosta de edição. Nos vídeos, Yhudy, filho do artista que chega a faturar R$ 12 milhões por mês, aparece desde fazendo compras para preparar um bolo de chocolate até o momento em que coloca a mão na massa. Ele também brinca com os amigos de montar quebra-cabeça, joga futebol na praia e deixa claro que é fã de um super-herói, em especial o Batman. (Pure People).

Comentários (0)

Mais Notícias

Redes Sociais

Menos de 10% das imagens que circulam no WhatsApp são verdadeiras, diz pesquisa

Levantamento foi feito em 347 grupos verificou fotomontagens e mensagens falsas.

Festa

Turnê 'Buteco do Gusttavo Lima' desembarca em Palmas no dia 1º de dezembro

O 'Buteco' terá a locução do apresentador Cuiabano Lima.

FORA DO AR

YouTube fica fora do ar por mais de 1h no mundo inteiro na noite desta terça

Site de vídeos apresentou erros, assim como os aplicativos para smart TVs e smartphones

Em 2019

Após AnaVitória, gêmeas Maiara e Maraísa vão estrear comédia no cinema

A dupla que cresceu em Araguaína aguarda apenas um ajuste na agenda para marcar presença no longa.

Saúde Mental

Não chame de ansiedade: 8 exemplos de como banalizamos as doenças mentais

Frequentemente utilizamos na linguagem cotidiana termos sobre transtornos que incapacitam. Às vezes, levam ao desrespeito dos direitos das pessoas afetadas por essas doenças

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.