Recuperação da economia

Número de novas inclusões no SPC cai 58,68% no mês de março em Araguaína e estimula comércio

Por Redação AF
Comentários (0)

10/04/2017 14h58 - Atualizado há 1 semana

Dados fornecidos pelo Serviço de Proteção ao Crédito – SPC Brasil mostram que o índice de inadimplência no comércio de Araguaína (TO) teve uma redução mais que significativa no mês de março deste ano.

Em comparação ao mês anterior, fevereiro, o número de novas inclusões no SPC caiu 58,68%. "Isto significa que os consumidores estão pagando suas contas em dia", informa Alberto Luna, diretor de SPC da Associação Comercial e Industrial de Araguaína – ACIARA.

Os números também são positivos na comparação com o mesmo período do ano passado – março de 2016: queda de 57,81% no número de inclusões no serviço.

No acumulado do primeiro trimestre deste ano, a redução no número de novos registros foi de 32,06% se comparado a 2016, algo em torno de 17 mil inclusões a menos no SPC.

Mais gente saindo do SPC

A boa notícia também se estende para o número de cancelamentos no SPC, pessoas que quitam seus débitos, limpam o nome e saem do cadastro de inadimplentes. Houve um aumento de 18,17% no número de saídas do SPC em comparação a fevereiro de 2017 e também um aumento de 10,33% em relação ao mesmo período de 2016.

Consumo consciente

Para Alberto, os números são um reflexo de um comportamento mais consciente das pessoas diante do cenário de dificuldades na economia. “Isto mostra que os consumidores de Araguaína e região estão no caminho certo, determinados a limpar seus nomes”.

O comportamento dos compradores também tem um efeito positivo na economia da cidade. “Com o nome limpo, a pessoa recupera o crédito na praça e pode voltar a fazer compras parceladas, estimulando nosso comércio”, conclui o diretor da ACIARA.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.