Sobral – 300×100
Seet

Adolescentes matam outro durante briga, cortam cabeça e jogam em rio Tocantins

Agnaldo Araujo - |
Foto; TocNotícias
O jovem teve sua cabeça decepada

Um jovem, de 16 anos de idade, foi encontrado decapitado por volta das 22h da noite desta quarta-feira (09/11), em Tocantinópolis, no norte do Estado. O corpo de Carlos Daniel Carvalho Martins foi encontrado um dia após o desaparecimento do adolescente.

O crime foi cometido por outros dois jovens, um de 16 e outro de 15 anos. O corpo da vítima foi deixado às margens de uma estrada vicinal, coberto com palhas debaixo de um pé de coco babaçu.

Após parentes registrarem um Boletim de Ocorrência, os policiais civis realizaram buscas por indícios e ouviram testemunhas que estiveram com Carlos Daniel em um balneário, dias antes de seu desaparecimento e, dessa forma, localizaram um adolescente de 16 anos, o qual confessou o assassinato e indicou o local onde o corpo havia sido deixado.

Os agentes foram até o ponto informado e encontrou o corpo do jovem, mas sem a cabeça. Ao ser indagado sobre o fato, o adolescente disse que havia decepado a cabeça de Carlos Daniel e jogado dentro do Rio Tocantins, juntamente com a arma utilizada no crime.

O adolescente também confessou ao delegado Rommel Rubens Costa Rabelo, responsável pelo caso, que praticou o ato com a ajuda de outro adolescente de 15 anos, apreendido pela Polícia Civil, por volta das 22h30, em uma residência localizada na comunidade Chapadinha, zona rural de Tocantinópolis.

O jovem de 16 anos também afirmou ao delegado que assassinou Carlos Daniel porque estaria sendo ameaçado pela vítima, com quem já havia tido alguns desentendimentos em um passado recente. O principal suspeito afirmou que aproveitou o fato de a vítima ter chegado a um acampamento, a beira do rio Tocantins e o atraiu para um local afastado. Na oportunidade, ele e outro menor de idade, desferiram vários golpes de faca no corpo da vítima, que morreu no local.

Os dois adolescentes apreendidos foram levados à central de flagrantes da Polícia Civil de Tocantinópolis, onde foram autuados pela prática de ato infracional análogo ao crime de homicídio qualificado e, após os procedimentos cabíveis, os menores foram recolhidos e serão encaminhados a um Centro de Internação Provisória.

Segundo o delegado, as investigações e buscas continuam sendo realizadas pela Polícia Civil, no sentido de localizar a cabeça da vítima. Os três envolvidos, vítima e acusados, têm passagem pela polícia por roubo.

Matéria atualizada as 17h12

Comentários pelo Facebook: