Sobral – 300×100
Seet

Criança morre depois de ser transferida de Araguaína por falta de UTI Pediátrica

Agnaldo Araujo - |
Foto: Reprodução/TV Anhanguera
A criança morreu na UTI, em Palmas

O menino de Araguaína Gabriel Alves Lima, de apenas 5 anos de idade, morreu no Hospital Geral de Palmas (HGP), na manhã deste domingo (14), onde esperava por uma cirurgia. Ele foi encaminhado à capital por não ter UTI Pediátrica em Araguaína.

Gabriel Alves foi encaminhado à Palmas após seus pais conseguirem na justiça uma vaga numa UTI Pediátrica. Ele estava internado desde o dia 03 de maio no Hospital Municipal. Ele precisava tirar um cisto no cérebro e também tinha hidrocefalia. O menino ainda sofria de envelhecimento precoce, sendo que envelhecia cerca de uma década a cada ano de vida.

Conforme o pai de Gabriel, Derocy Pereira, o menino foi transferido de ambulância e isso agravou ainda mais o seu estado de saúde. Ele contou que a criança entrou em coma ainda na viagem.

“Eu insisti que o Gabriel precisava ser levado em uma UTI aérea porque estava muito debilitado e não aguentava a viagem, mas só liberam a UTI terrestre”, contou.

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) confirmou, em nota, que o Gabriel chegou ao HGP em estado grave. Disse que ele recebeu todos os cuidados da equipe multiprofissional, mas mesmo diante de todos os esforços a criança não resistiu e morreu. (Com informações – G1 Tocantins)

Comentários pelo Facebook: