Delação aponta que Kátia Abreu também recebeu dinheiro de propina da Odebrecht; senadora nega

Agnaldo Araujo - | - 827 views
Foto: Nilton Fukuda/Estadão
A senadora também teria recebido propina da empreiteira

A delação premiada do ex-vice-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht, Cláudio Melo Filho, ao Ministério Público Federal aponta que a senadora do Tocantins, Kátia Abreu (PMDB), também teria recebido dinheiro em forma de propina da empreiteira. A delação ainda depende de homologação do Supremo Tribunal Federal (STF).

A Odebrecht fazia pagamentos em troca de apoio dos políticos a interesses da empresa. O delator relata, nas páginas 67 e 68 da delação, que recebeu um telefonema de Kátia Abreu no seu escritório e ela teria afirmado que era a pedido de Marcelo Odebrecht, presidente da empresa e que está preso. O delator conta que ainda não conhecia a senadora.

“Este relato é apenas para mostrar como às vezes somos abordados por pessoas com quem não temos relação, mas que muitas vezes esses agentes políticos se acham no direito de proceder como querem apenas em razão de possuir mandato eletivo”, conta na delação.

Cláudio Melo delata também que Kátia afirmou que Marcelo Odebrecht iria ajudá-la e por isso ela estava ligando para ele. “Achei um absurdo a ligação e transmiti a Marcelo Odebrecht, que desmentiu o fato”, acrescentou.

O delator conta que o apoio foi realizado porque José Carvalho Filho intermediou o encontro entre Mário Amaro, DS de Fernando Reis e a pessoa indicada pela senadora. “Não sei precisar o valor, mas o relato serve de ilustração de fatos que ocorrem em Brasília”, pontuou.

O delator conta ainda que conheceu Kátia Abreu quando ela já era ministra da Agricultura do Governo Dilma, quando Marcelo Odebrecht solicitou um encontro com a senadora. Ele e Luiz Mendonça também foram convidados.

A delação de Cláudio Melo cita ainda outros marajás do PMDB, como o presidente da república Michel Temer, Renan Calheiros, presidente do Senado Federal e Eduardo Cunha, deputado cassado e ex-presidente da Câmara dos Deputados.

Kátia Abreu

Ao jornal O Globo, Kátia Abreu refutou as acusações. “Não existe a menor possibilidade de haver uma menção negativa a meu respeito”, disse.

Comentários pelo Facebook: