Seet
Sobral – 300×100

Governo atrasa salários e frustra expectativa de servidores públicos; presidente da Aspol critica

Agnaldo Araujo - | - 757 views
Foto: Divulgação
Sede do Governo do Estado

O atual Governo do Estado do Tocantins alterou a data de pagamento dos servidores estaduais, para o dia 12 de cada mês, mas ainda atrasa o salário. Antes o dinheiro era creditado até o 5º dia útil. Milhares de trabalhadores aguardavam o pagamento do mês de junho no último sábado (10), mas tiveram as expectativas frustradas.

O presidente da Associação dos Policiais Civis do Estado do Tocantins (Aspol), Paulinho Sousa Lima Sales, criticou a situação de insegurança. “Essa incerteza, além de desrespeito com os servidores, demonstra a falta de compromisso da atual gestão”, comentou.

Paulinho salientou que muitos policiais civis estão em missão pelo Estado atuando em condições precárias e com diárias atrasadas. “Nem mesmo o salário mensal podemos confiar que estará na conta na data certa. Isso sem falar das progressões atrasadas e das conquistas não implementadas, como a Lei da Paridade da Polícia Civil. A situação está ficando insustentável”, finalizou o presidente da Aspol/TO.

De acordo com a Aspol, o último comunicado oficial do Governo do Estado é de que o salário estará nas contas dos servidores nesta terça-feira, 13 de junho.

Entenda

Quando era governador em 2005, Marcelo Miranda editou o Decreto 2.563 em que estabelecia o pagamento do salário dos servidores até o 5º dia útil do mês. Quando retornou ao ao cargo em 2014, Marcelo começou a efetuar o pagamento entre o dia 12º e 13º de cada mês.

A atitude deixou diversos servidores revoltados e foi motivo de questionamento judicial. Em decisão, a Justiça mandou o Estado a pagar o salário até o 5º dia útil do mês, mas Marcelo Miranda revogou o artigo do decreto que deu suporte à decisão.

Ato contínuo, a Justiça extinguiu o processo. De lá para cá, os servidores vêm recebendo os salários, geralmente, depois do dia 10 de cada mês.

Comentários pelo Facebook: