Governo faz licitação para operadora de turismo no Parque Estadual do Cantão

Redação AF - |
Fotos: Arquivo
O Cantão possui dois circuitos de arvorismo montados para os turistas

A Superintendência de Compras e Central de Licitações da Secretaria da Fazenda realiza na próxima sexta (8), pregão presencial para permissão de uso para operação, manutenção e exploração dos circuitos de arvorismo de Parque Estadual do Cantão.

As empresas interessadas podem retirar o edital no site www.sgl.to.gov.br. A abertura das propostas ocorrerá às 11 horas.

Marcos Miranda, diretor de Planejamento e Projetos Estratégicos, explica que o processo de terceirização de equipamentos turísticos é uma estratégia pública em nível federal. Os principais objetivos são: profissionalizar a atividade turística na região, promover a sustentabilidade econômica e ambiental do Parque, estimular a geração de empregos diretos e indiretos para moradores da região, ampliar o fluxo de turistas, com o estímulo da prática deste esporte de aventura. A contrapartida para a empresa vencedora da licitação será o repasse das estruturas já existentes.

O arvorismo é a atividade turística que possibilita a locomoção de pessoas utilizando de equipamentos de segurança por percursos em altura instalados em árvores ou outras estruturas. As estruturas de arvorismo implantados no Parque contam com dois circuitos, para crianças e adultos, com percursos acrobáticos e contemplativos, finalizando com tirolesa em solo.

Cantão

Com cerca de 90 mil hectares, o Parque Estadual do Cantão abrange os municípios de Caseara, Araguacema, Lagoa da Confusão e Pium. Possui características singulares, por ser área de transição entre os maiores ecossistemas brasileiros, a Amazônica e o Cerrado.

Suas características naturais favorecem atividades de turismo de aventura e de ecoturismo, além daquelas relacionadas à contemplação da paisagem. (Secom)

Comentários pelo Facebook: