Jovem é preso após matar homem com punhal e debochar da vítima nas redes sociais

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação/SSP
Domingos Vieira da Silva

O jovem Domingos Vieira da Silva, de 21 anos, foi preso por matar Adriano Gomes Nogueira, de 29 anos, a golpes de punhal e ainda debochar da vítima nas redes sociais.

O homicídio ocorreu em Tocantinópolis no domingo (08) e o suspeito foi preso no dia seguinte pela Polícia Civil da cidade.

As investigações apontaram que Adriano Gomes discutia verbalmente com outra pessoa em um bar. Nesse momento e sem ter qualquer envolvimento com o caso, Domingos Vieira avançou contra Adriano e desferiu os golpes de punhal no peito da vítima.

Adriano morreu ainda no local. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), Domingos ficou sabendo da morte durante a madrugada e postou uma mensagem no Facebook dizendo: “vai em paz, mlk”, debochando da vítima.

Já na manhã do dia seguinte, Domingos também ameaçou de morte sua namorada pelo Whatsapp e disse para a família dele que não iria se entregar à polícia.

Mas os agentes obtiveram informações do paradeiro do suspeito e localizaram Adriano em uma casa abandonada, no Setor Alto da Boa Vista 2, em Tocantinópolis. Ele não reagiu à prisão ao ser abordado.

De acordo com a SSP, durante o tempo que ficou escondido na residência, Domingos tirou várias selfies com seu celular, demonstrando total indiferença e falta de compaixão, sorrindo e fazendo gestos obscenos.

No interrogatório, ele alegou que estava apenas se defendendo de um agressão de Adriano, mas a hipótese foi totalmente descartada pelas investigações.

O suspeito foi autuado em flagrante pela prática do crime de homicídio qualificado e depois recolhido na Cadeia Pública de Tocantinópolis.

Comentários pelo Facebook: